publicidade

Gratidão, Deus, por todos os livramentos, principalmente aqueles que não enxerguei

Deus Pai, Divino Criador, minha Centelha Divina, Deus em mim! Eu sou grata e agradecida pela minha vida.



Gratidão pela construção do meu corpo físico e pela arquitetura do meu espírito.

Gratidão por tudo o que sou e por tudo o que tenho!

Gratidão pelos meus irmãos de tempos outrora e que hoje constituem a minha família e os meus amigos.

Gratidão pelas curas físicas, mentais e espirituais, que diariamente me acontecem e algumas vezes nem percebo.


Porque se eu notasse com os meus olhos da alma, não me cansaria de agradecer pelo milagre que Tu és. Por todo o funcionamento do meu corpo, por todo o trabalhar dos meus órgãos e por toda a renovação das minhas células.

Mas ainda assim, eu expresso de todo o meu coração a minha pura gratidão por mais um dia, e por todos os dias serem oportunos para um recomeço, mesmo que ainda eu não transforme esse recomeçar em atitudes, eu sei que a minha gratidão sincera me fará alcançar a Consciência Divina que habita em mim, despertando-me para uma busca transformadora, realizando todo o meu bem-estar em todos os sentidos da minha vida para a realização dos meus desejos.

Gratidão pelos maravilhosos mestres que me aparecem para me ensinar o mínimo que seja dentro de minha percepção, o que eu julgo um bem para mim através de minhas escolhas, quer por livros, filmes, estudos, etc.


E gratidão por aqueles mestres que eu não escolhi conscientemente, mas que me aparecem e se fazem necessários com seus ensinamentos, que julgo ofensivos e que meu julgamento não me deixa entender como um bem, porque afeta o meu ego, o meu domínio, fazendo-me ver como ofensas, oposição, respostas contrárias às minhas visões e entendimentos, e quando tenho gratidão por isso, faz-me sentir que é para minha evolução espiritual, e quando estou evoluindo, haverá sempre uma melhora em todo o meu ser.

Gratidão por todos os livramentos, principalmente aqueles que eu não enxerguei, que eu não percebi, mas sei que eles existiram e que, tempos depois, eu pude sentir.

Gratidão por ser o perdão e a misericórdia de todos os meus erros passados, ensinando-me a romper os laços desses mesmos erros ao quais me prendo, fazendo-me me apegar em culpa, mas que, diante desse rompimento, posso me libertar e libertar os outros, dando o perdão que é preciso.

E, finalmente, minha gratidão por suprir todas as minhas necessidades, por ser minha inspiração, por todos os meus sentidos, e por esse sentimento de ternura, simplicidade e humildade que sinto exalando de minha alma ao expressar essas palavras.

Gratidão, gratidão, e gratidão!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.