Independentemente do que faça ou de quem seja, você é o amor da vida de alguém

5min. de leitura

Seja qual for a pessoa e a qual mundo pertença, ela certamente ama e tem a quem amar. Seja qual for a história, por quem ela for contada, sempre haverá nela o amor da vida de alguém.



Sabe aquele rapaz no ponto de ônibus, com a cara inchada de sono, às sete horas da manhã? Pode não parecer, mas ele é o amor da vida alguém.

Sabe aquela moça esbravejando ao celular, batendo o salto na calçada enquanto encara o relógio de pulso? Talvez não aparente, mas ela também é o amor da vida de alguém.

Aquele senhor tomando um café na padaria, aquela senhora fazendo crochê na varanda do condomínio, aquela criança correndo atrás dos amigos, no intervalo, aquele jovem estudando para o vestibular ou aquela mulher passeando com a filha no shopping… Sim, todos eles são o amor da vida de alguém!


Independentemente de quem seja, do que faça, daquilo em que se acredita, todos nós somos o amor da vida de alguém.

Até mesmo aquele seu ex-chefe, que você desejou que perdesse tudo para pagar pelo mal que fez aos funcionários, e aquela moça da loja que você fez uma reclamação sobre o atendimento dela ou o garotinho que bateu no seu filho na escola, pois é, ainda que não acrescentem nada de bom a você, todos são o amor da vida de alguém.

Sempre existe amor 

É incrível, por vezes até clichê, mas em qualquer lugar do mundo, sob qualquer situação, mesmo quando não enxergamos, existe amor!


Todas as pessoas nas quais esbarramos no dia a dia, aquelas a quem atribuímos defeitos e qualidades, as novas amizades que começamos, todas elas são sim o amor da vida de alguém.

O rapaz com a cara inchada, no ponto de ônibus, é o amor da vida da mãe dele, que faz o café dele com todo o carinho, todas as manhãs antes de ele ir trabalhar. Já a moça brava ao celular é o amor do marido que sempre chega atrasado a todos os compromissos.

Aquele senhor tomando café na padaria é o marido da senhora que faz crochê todos os dias, os dois atribuem o amor da vida deles um ao outro.

A criança que corre atrás dos amigos é o irmão do jovem que prestará vestibular, e ambos são o amor de um pai que perdeu a esposa há alguns anos. Esse pai se esforça dia após dia para oferecer o melhor aos seus filhos, tentando suprir a ausência da mãe.

A mulher que passeia no shopping com sua filha é o amor da vida de seu pai que, assim como ela, tem a neta como alicerce.

Aquele seu ex-chefe é casado com a atendente daquela loja, um é o amor da vida do outro, e juntos eles têm um filho ao qual amam sem precedentes. Já o garotinho que bateu no seu filho, na escola, é o amor da vida da avó que o cria sozinha e, às vezes, falha por falta de tempo, pois trabalha para sustentar a casa.

Seja qual for a pessoa e a qual mundo pertença, ela certamente ama e tem a quem amar. Seja qual for a história, por quem ela for contada, sempre haverá nela o amor da vida de alguém.

Por isso é tão importante que se valorize cada ser humano em sua totalidade. Não importa o papel que ele tenha exercido em sua vida ou que talvez não tenha exercido papel algum, ele é o amor da vida de alguém.

Assim mesmo, com seus erros e imperfeições, é certo que alguém tem em você o sentimento mais puro e singelo, e você, por sua vez, também atribui isso a alguém. Por esse motivo, é fundamental olharmos para cada ser humano com carinho e respeito.

Por trás de um dia a dia corrido, de responsabilidades intensas, de uma semana que não deu certo ou de alguém que, em algum momento, decepcionou você, existe o amor da vida de alguém.

E, independentemente do que aconteça, esse alguém espera todos os dias para ter o seu amor de volta em casa, no fim do turno.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.