A inocência de uma infância feliz…

3min. de leitura

Aproveitando que é tempo de férias (ao menos para a galerinha infanto-juvenil), vamos abordar uma temática muito discutida entre os adultos.



As crianças de hoje em dia são totalmente diferentes das crianças de, pelo menos, uma década atrás.

Atualmente, tudo é mais fácil, as brincadeiras são quase sempre baseadas em conteúdos eletrônicos, as informações são rápidas e de fácil acesso, basta um clique para achar o que se quer e, o melhor; sem sair do conforto de casa.

Muitos tiveram uma infância marcada por brincadeiras, era tanta coisa legal! A meninada gastava energia física. Era bolinha de gude, pipa, pião, peteca, futebol de rua, pique-esconde, amarelinha, dentre outras brincadeiras que faziam sucesso naquela época.

Não tinha sensação melhor do que acordar cedo e lembrar que estávamos de férias e para juntar os colegas e jogar conversa fora por horas e horas.


Quantos de nós já não passamos por momentos parecidos como esse? E, com certeza, ao crescer, você parou para pensar: eu era feliz e não sabia?

Na geração atual, tudo é mais tecnológico, deixando de lado o contato físico e passando a entreter crianças por meio de um mundo virtual, onde quase tudo é possível. E esse novo mundo dá brechas e a inocência de uma criança pode ser uma arma, por vezes, letal.

A questão é que se pararmos para pensar, há pelo menos 10 anos atrás, a sociedade era extremamente inocente, comparada ao nosso cenário atual. Por isso, não devemos dar espaço para os riscos que as tecnologias trazem para o nosso ambiente.


É preciso resgatar o lado bom de ser criança. Precisamos mostrar às nossas crianças a importância de ter uma infância onde exista contato real com outras pessoas, brincadeiras que construam verdadeiras amizades; tudo isso é essencial para o amadurecimento e bom crescimento de nossos pequenos e futuros adultos.

Boas férias, galerinha! 🙂

________

Direitos autorais da imagem de capa: yarruta / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.