2min. de leitura

Merecemos alguém que seja a resposta para as nossas preces

Devemos acreditar que existem relações que contemplam uma inteireza, que nos direcionam para algo maior.


Merecemos alguém que se encaixe em tudo que pareceu não se encaixar antes.

As relações disfuncionais que tivemos, ou ainda temos, nos fazem acreditar que é impossível esta crença de uma relação totalmente feliz e saudável.

Mas isto é possível.


É possível ter um amor que alivia nossa jornada e que nos ajude a direcionar para nosso caminho mais sagrado e feliz.

Para isso, existe um caminho de evolução a ser percorrido.

Devemos buscar o autoconhecimento, o autoamor, deixar nossas amarras, perdoar lembranças duras e cruéis, abandonar preconceitos e confiar nos planos do universo.

É preciso também nos apropriarmos de nós mesmos, respeitar-nos fundamentalmente e nos aceitar enquanto seres criativos e capazes de fazer brotar o amor em nós, na sua forma mais genuína.


Neste ponto se faz importante entender que cada pessoa que entra em nossa vida é nossa projeção. Se curarmos as projeções destrutivas dentro de nós, não mais atrairemos seres humanos que nos vêm embutidos de lições pesadas e sofrimentos que devemos passar para evoluir.

Se germinamos amor, uma união com um parceiro será uma grande festa. Ela servirá para um grande propósito nesse mundo, não simplesmente para nos ensinar como amar.

Entenda, se você compreende este segredo, se amar a si mesmo antes de amar o próximo, não precisará que o outro ensine de nenhuma forma disfuncional que o amor só acontece quando praticamos este segredo, o de se amar da maneira mais verdadeira primeiro.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.