publicidade

Muitas vezes, em nome da nossa saúde mental, precisamos nos distanciar de tudo

Quem nunca pensou em fazer um retiro, deveria pensar nessa possibilidade.



Um retiro espiritual, onde o coração possa não só se distanciar das coisas que prejudicaram ou prejudicam a vida, como também o direito ao perdão e o esquecimento, o direito a se caber neste mundo fascinante cheio de mistérios e incertezas, dando o seu diferencial.

Um mundo onde frestas podem ser abertas, muros podem ser transponíveis, sentimentos podem ser nivelados dentro de cura e amor.

Um retiro em nome da sanidade mental, da paz do coração, do caminho mais aberto longe das coisas que já não tem mesmo sabor, não tem a mesma sensibilidade a mesma sensação de que foi bom; um retiro em nome de uma reforma íntima, renovadora e vitoriosa no ponto de vista emocional.

Muitas vezes, dentro deste retiro, haverá muito a fazer muito a dizer muito a descobrir. É o seu momento!

Estar consigo, não só pode ser uma batalha onde haverá muita luta interna, como também lhe ensinará a hora de parar e pensar em si mesmo, a hora de parar e sinalizar ao universo o que você precisa, lhe abrindo o caminho mental e intuitivo para sua própria reconciliação interior.


Quando você consegue esse nível de intimidade com sua essência, quando você consegue prescrever a si mesmo uma nova receita para que sua vida se modifique diante do que não está bem, com certeza algo além de você lhe mostrará que o mundo que você habita pode ser menos doído, pode ser reaberto para que você caminhe com mais leveza.

Você tem força, tem a energia da vida, tem aquilo que cabe em sua consciência plena, tem aquilo que rege seu espírito lhe dizendo que é hora de interceder por você.


Viva para desfrutar este momento onde você tem condições de tentar, de continuar, de contribuir, de enxergar o sol da manhã com fé e esperança no peito.

Aqui, nesta passagem, onde pés se cansam, onde ombros pesam, há também a necessidade de sentir o calor da quietude abraçando seu coração.

Não viva uma vida só mastigada por conflitos, sem direito a viver a luz da consciência, da sabedoria, do reconhecimento de suas necessidades reais.

Você é um ser de luz que merece sentir a brisa de um dia bom, de um dia onde você consegue sorrir de dentro para fora, depois de ter limpado a alma e ter feitos as pazes consigo mesmo.

Siga em frente disposto a ser alguém que não se incomoda com as provocações de ninguém, alguém que sabe o seu lugar e sabe o que precisa para ser feliz dentro do simples, dentro do que faz companhia com sinceridade e leveza.

Busque esse retiro se retirando de tudo que lhe impede de ser você, de ser o que lhe concede uma nova chance de harmonia, de concretizar pequenos sonhos, dentro de grandes ideias e renascimentos.

Toda plenitude que nasce dentro do seu coração, lhe sustentará, lhe guiando ao seu lugar verdadeiro.

E, isso, está mais perto do que você imagina. É sua consciência dizendo: vai, vai viver!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.