Mulheres: 30 anos não é para sofrer, é tempo de querer!

6min. de leitura

De repente você chega à terceira década de vida. Dorme e acorda com o peso da transição da idade, crítica para a maioria das mulheres, e se obriga a refletir sobre:

Seu corpo. Você já não pode comer tudo que deseja, pois agora além de engordar você sente dor no estômago e inchaço abdominal. Aparecem todas as intolerâncias alimentares e a única coisa que se pode fazer é repensar sua alimentação. Antes você podia enfiar o pé na jaca, porque no outro dia, com o seu “super” metabolismo da juventude, tudo se equilibrava durante o sono. Você despertava sem nem lembrar o que comeu, mas hoje a calça apertada lembra: coma menos!!



Sem falar no aparecimento de rugas. Sim, agora é preciso usar cremes anti-idade, o que parecia ser um hábito que as pessoas aderiam a partir dos 50 anos. Porém, a pele dos 30 anos já não é mais a mesma, os cuidados com o colágeno e com a hidratação agora são as suas maiores metas. O filtro solar é o seu companheiro diário e você combate qualquer mancha como o inimigo número um.

Você observa as suas fotos e só assim percebe que o tempo passou. Quando você lembraria disso aos 20 anos?

O cabelo. Começa a aparecer os primeiros fios brancos. Se você é loira não percebe tanto, mas certamente escuta suas amigas dizendo: “Eu estou CHEIA de cabelos brancos, que horror”. Além disso, o cabelo fica mais fraco, você se obriga a comprar um bom shampoo e excelente condicionador, pois os do supermercado agora consomem a sua viçosa crina.

O sono. Impossível sair à noite e acordar às 7:00 horas do dia seguinte, como você sempre fazia. Você até pode tentar, mas o cansaço vai atormentar até você deitar e dormir. Então, na próxima festa você volta bem cedo, porém parece que o efeito no seu corpo foi da mesma intensidade.


Conclusão: agora as suas horas de sono são fundamentais para que o seu dia seja produtivo. E trabalhar agora é a mais importante tarefa do dia, portanto, quando dá tempo, você se diverte.

Outro importante fator que afeta os 30 anos é a pressão social. O imperativo moral cobra sempre, seja de família, amigos ou de você mesma. Agora você é trintona. Não casou? Ficou para titia. Casou? Precisa ter filhos. Já tem? Precisa ter mais. Está divorciada? Não soube cuidar do marido. Vai casar? Cuidado, pensa bem que você já não pode errar mais.

A insatisfação emocional que é transferida pelos outros pode sim afetar seu comportamento. Entretanto, saber filtrar comentários é a técnica que se deve aprender para ser você mesma.

O trabalho. Agora realmente você se sente adulta o que não te abstém de ter todas as dúvidas de antes. Você ainda não sabe se fez a escolha certa, mas a ousadia da transformação agora ganha o nome de responsabilidade. O importante agora é ver se seus esforços estão sendo recompensados, você quer ser reconhecido, afinal você já não tem mais 20 anos. A carreira é um dos objetivos mais importantes desta fase.


Os amigos. Aquela centena de pessoas com quem você se divertia diariamente, agora você só tem contato porque olha nas redes sociais. O seu círculo de amizades se reduz intensamente e você não dá mais bola, pois agora prefere ter poucos amigos, mas que sejam realmente sinceros. Você vê que os da infância são os amigos que você sempre pode confiar e que mesmo não os vendo por anos, eles continuam os mesmos no reencontro e riem das mesmas coisas. Agora eles não namoram, eles casam. Eles não têm cachorros, eles têm filhos. Eles não mudam de bairro, eles mudam de cidade ou de país. As mudanças são maiores, talvez acompanhando a sua maioridade.

Contudo, você, no fundo, sabe que continua a mesma pessoa. As experiências a fazem mais esperta e forte. Você agora sabe do que gosta e do que não lhe agrada. Você se conhece, sabe pontos fracos e fortes. Sem embargo, mesmo que você tenha 30, 40, 50, 60, 70 anos de idade, você não pode parar de “querer”.

Querer ser feliz, querer estar bem, querer mudar e querer bem os que a rodeiam. Isto porque querer é só um impulso para conseguir. E todos sabemos que quando uma pessoa realmente QUER algo, ela encontra meios para CONSEGUIR.

Que esta fase seja de alegria e não de crises, que as mulheres não se envergonhem e nem se cobrem, pois está é a melhor idade para a realização de qualquer sonho.

E como em todas as idades, é tempo de ser feliz! Que tenham todas uma boa década de 30!


Direitos autorais da imagem de capa: Jon Ly / Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.