publicidade

Namore alguém que namore você. Tem muita gente namorando sozinha

Como assim?



A ideia é simples e eu quero que você me “escute”: um relacionamento é uma via de mão dupla, não dá para você amar por dois! Não por muito tempo.

E o que tenho visto é isto: pessoas namorando, mas que se sentem sozinhas. E, para mim, esta é a pior solidão: aquela vivida a dois. Aquele relacionamento que apenas um faz questão de manter, só um busca deixar o outro feliz. Apenas um se dedica, e com o tempo vem o cansaço.

Você que está aí, na solteirice, já anote aí: relacionamento dá trabalho, exige investimento de tempo. É preciso dedicação, quando se está namorando. Não adianta Deus lhe dar a bênção, se você não souber cuidar dela.

E, em muitos relacionamentos, eu vejo isso: pessoas com um valor imenso sendo desprezadas por quem está ao seu lado.

Na solteirice oram, pedem, clamam por alguém mas, quando recebem alguém para amar, não se dedicam e não desejam melhorar. Mas não fique estacionado.


A pessoa com que você dividirá a vida é aquela que vai impulsioná-lo a ser melhor, e isso exige de nós mudança, exige o desejo de ser a melhor versão para o outro. O amor não é uma luta, mas vale a pena lutar por ele, vale a pena se dedicar pelo outro.

Amor é doação, e existe muita gente estacionada no egoísmo. Só assim é possível viver um amor segundo I Coríntios 13: um amor paciente, bondoso e sem orgulho. Por isso, namore alguém que namore você.


Alguém que esteja disposto a ser seu abrigo, alguém que deseja estar ao seu lado e que convide Jesus para fazer parte desse relacionamento, todos os dias.

Pois é, somente através de Cristo podemos ser pessoas melhores para o outro, somente n’Ele podemos ter paciência, bondade e nos livrar do egoísmo.

Somente em Deus temos a chance de receber o melhor e de aprender a cuidar da bênção recebida.

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.