ColunistasReflexão

Não continue a dar chances para quem só decepciona o amor que você sente!

max okhrimenko aRiNfU6XAaM unsplash
Comente!

A verdade é esta: as pessoas vão aprontando com a gente, achando que a gente sempre volta. E quer saber? Estão certas, a gente sempre volta mesmo, principalmente quando o que sente por elas é amor.

A gente volta por acreditar em algo novo, entende? Mas nessas idas e vindas, nesse lance de sempre dar nova chance, de sempre perdoar, de sempre tentar viver de “boas”, algumas coisas vão se perdendo no caminho, a bagagem vai ficando menos traiçoeira e menos obrigatória também. A princípio, a gente volta de cabeça baixa, com certa carência talvez.

Mas, com o tempo, a gente vai criando autodefesa, vai aprendendo a olhar para a frente, a se posicionar diante da situação, e as coisas começam a tomar outro rumo, as prioridades vão mudando, o jeito de tratar as pessoas vai ficando meio indiferente.

Não por ser vingativo ou querer demonstrar insatisfação ou imposição, se fosse assim a gente nem voltaria, mas é porque o coração vai se fechando, o espaço que antes era só daquela pessoa vai se estreitando com as feridas que ela vai nos causando.

Aí você pergunta: e o perdão, onde fica? Ele fica na liberdade que a gente dá a si e ao outro de serem, livres sem se maltratar.

A gente perdoa pela força do amor que sente, a gente perdoa por querer se libertar das amarguras, dos pesos, da raiva, da dor, do ressentimento. A gente perdoa por querer seguir a própria vida, sem deixar nada para trás, que impeça de vencer lá na frente. É por isso que eu sempre digo: cuidado com o que você faz com o coração que o abriga, que o prioriza, que o respeita.

Cuidado com esses erros que você repete pensando que sempre vai ter de volta aquela pessoa, porque nem sempre dá certo, nem sempre é do mesmo jeito, nem sempre as coisas voltam a ser como antes.

Dizem que as pessoas erram tentando acertar, eu acredito nisso. Mas quando você comete os mesmos deslizes, por diversas vezes, não valorizando ou reconhecendo o outro como deveria, você pode até errar sem ter a intenção de perder, porém, quanto mais você se socorre do tal “sem querer”, mais distante o outro vai ficando de você.

 

Publicado originalmente em Cecilia Sfalsin.

Comente!

Deus tem um tempo determinado para tudo. Creia! Até o impossível ele fará acontecer!

Artigo Anterior

Atitudes valem mais que belas palavras, mil “eu te amo”, milhões de beijos e abraços

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.