Não deixe o medo te impedir de se apaixonar de novo…

4min. de leitura

“Como é possível eu abrir mais uma vez meu coração quando em todas as vezes eu sofri?” 



Essa é uma pergunta que todo aquele que se apaixonou e se machucou faz ao pensar na possibilidade de amar de novo.

Como é possível? Oras… sendo! Enfrentando o medo que te apavora toda vez que alguém se aproxima e quando sente lá no fundo aquela sensação gostosa do… “por que não?”. Daí, passados alguns segundos, sua mente super defensiva pensa logo que aquilo é uma roubada e recua. Não, não tô mais afim de sofrer, de chorar, de sonhar e me decepcionar. É assim que acontece com você?

Conheço um homem charmosão que já beira seus 55 anos e que, separado já um tempo, vive se aventurando na esperança de encontrar alguém que o faça feliz pelo resto da vida.


nao-deixe-o-medo-1

Recentemente, ele teve uma experiência meio frustrada, por escolher não muito bem, deixando a carência sobressair. Sofreu de novo. Ficou arrasado e até adoeceu. Outro dia, ele me aparece todo animado dizendo ter conhecido uma pessoa e que “dessa vez parecia que as coisas dariam certo!”

Na hora eu pensei: “Minha nossa senhora, lá vai ele! Tô percebendo nitidamente que ele precisa de um banho de realidade, gente! Um chacoalhão mostrando a ele que o mundo não é cor de rosa e que viver com os pés no chão faz bem, né?”


Ok. Confesso que, um pouco depois de pensar assim, percebi que fui uma completa idiota pensando daquela forma. Quem estaria errado? Ele em tentar várias vezes e acreditar ou eu em viver numa realidade que não me permite mais sonhar com o amor?

Foi então que concluí que ele não está errado em tentar de novo, em acreditar de novo. A errada era eu, que criava uma muralha gigantesca entre mim e o mundo, não permitindo que meu coração tentasse novamente, impedindo-o de ser ferido mais uma vez…

Quando eu fui ferida, eu me curei, Sim, me curei… no entanto, só o medo se mantinha presente. Não havia dor, não havia sangue, somente MEDO. Talvez seu caso seja parecido, não é? Talvez, mesmo que esteja bem hoje, sem feridas abertas, ainda resta ali, bem no canto, o Senhor Medo te impedindo de tentar mais uma vez e ser feliz.

Então venha cá, vamos fazer um acordo? Que a partir deste dia não teremos mais medo de gostar de alguém? Que a partir deste dia não teremos medo de abrir nosso coração e oferecê-lo a alguém?

Criiiiiiiisssssss…. E se eu errar de novo?

Amado, amada, você se recuperou algumas vezes, não foi? O que te impediria de se recuperar de novo e de novo e quantas vezes a vida achar que precisa até que encontre o amor que te abrace a alma? Pra chegar ao topo de uma colina e poder respirar o ar puro e intenso das alturas avistando o horizonte magnífico é preciso SUBIR! É preciso encarar as pedras, o cansaço, o desespero e a vontade de desistir… Mas ele está lá, lá em cima, esperando por aquele que persiste e não tem medo de se machucar no caminho.

nao-deixe-o-medo-2

O que digo a você é o mesmo que digo a mim agora: uma hora vai dar certo! Só não deixe de ir, de acontecer, de permitir.

Ah, e que as emoções palpitantes venham ao nosso encontro feito um abraço apertado e renovador!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.