3min. de leitura

Não esqueça de cuidar do seu amor!

Cuide bem do seu amor…

Não esqueça de cuidar do seu amor. De olhá-lo, de tempos em tempos, com o mesmo olhar dos primeiros encontros



Lembre-se de beijá-lo com o mesmo furor dos primeiros beijos.

De namorar com a mesma empolgação de outrora.

De explorar o seu corpo como se não o conhecesse.


Na verdade, todos mudam, e o seu amor, certamente, já não é o mesmo de quando você o conheceu.

E, se não de dedicar a experienciá-lo, logo ele vai se tornar um estranho.

Não esqueça de alimentar emocionalmente o seu relacionamento.


De procurar palavras diferentes, para dizer o que já foi dito mil vezes.

Porque, do contrário, elas acabam perdendo o seu valor.

Não esqueça de buscar novas formas de manifestar o que sente.

Inclusive, porque o que sente vai mudando ao longo do tempo, não permanece estático.

Recorde-se, periodicamente, que apesar de haver bilhões de possibilidades mundo afora, você pode até trocar de amor, mas o novo lhe exigirá, igualmente, intensos cuidados.

Então, se você tem alguém legal ao seu lado, tenha certeza de que não vale a pena tentar a sorte.

Melhor reciclar o sentimento e a vivência com essa pessoa que já lhe fez tanto bem.

E que pode lhe fazer muito mais…

Lembre-se, sempre, de que tudo é uma questão de escolha.

E que só vai definhar ou morrer o que assim se permitir.

Não olvide-se, ainda, que a responsabilidade sempre é de ambos e, se não houver reciprocidade imediata, logo ela virá.

Lembre-se de que um tanto de romantismo, vez ou outra, faz bem para qualquer um.

Procure, acima de tudo e a todo momento, não ser indiferente, não deixar de se importar, não pensar “deve estar bom assim” ou “tanto faz”.

Pois amor algum resiste à falta de alimento e à falta de significação. Tenha ele um mês ou cinquenta anos de duração.

Não se esqueça, enfim, de cuidar bem do seu amor. Para sempre.

_________

Direitos autorais da imagem de capa: pressmaster / 123RF Imagens

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.