Não estamos sozinhos na vida, Deus é o refúgio no qual podemos descansar

5min. de leitura

Para cada dúvida, uma vírgula ou uma exclamação. Ele é o editor que dá a palavra que cabe para a frase fazer sentido no contexto.



Assim como a Terra gira, estamos em constante mudança. Para cada ponto de interrogação, Deus nos acorda com um sorriso, um beijo na testa, com o aroma de pão e café quentinhos que nos esperam na cozinha.

Para cada dúvida, uma vírgula ou uma exclamação. Ele é o editor que dá a palavra que cabe para a frase fazer sentido no contexto.

Ganhar ou perder

Quantas e quantas vezes nós dormimos com o dia seguinte todo planejado e ele dá “errado”? Sabe aquela viagem programada há meses e, bem no dia do embarque, a mala é extraviada? Ou aquela megacompra que fizemos pensando na promoção que foi anunciada e que não ocorreu, e acabamos nos atolando em dívida? Aquele namoro que parecia que estava indo tudo bem e, numa bela manhã, terminou com uma mensagem no zap zap? Ou aquele colega de trabalho encostado e arrogante, que conseguiu a promoção por que você tanto se sacrificou para conseguir? Quantas noites mal dormidas, quantas sociais perdidas com amigos e família?


Sim, às vezes, o mundo nos dá um mortal triplo para trás e só ouvimos o “K.O. You loose”. Sim, para algumas pessoas, parece mesmo que tudo vai indo conforme o que foi planejado. Veja o cardume de bloggers, pessoas comuns alçadas ao posto de celebridades sendo requisitadas em desfiles em Paris e Milão.

Mas ganhar ou perder é tudo questão de perspectiva. Tente ver por outro prisma. Será que você seria capaz de ficar o dia todo nas redes sociais para criar conteúdo? Será que ia gostar de ficar testando roupas e maquiagem? Será que teria paciência para rebobinar várias vezes um filme para recriar uma paródia? Será que estaria disposto a sacrificar sua rotina e ter invadida sua privacidade? Será que teria autoestima resistente a críticas diárias à sua aparência? Será que suportaria ouvir rumores sobre sua sexualidade e sobre traição? Quanto você está disposto a ter uma vida repleta de atenção?

Vê? Tudo tem o seu preço. Às vezes, não parece, mas é alto.

Nossa mentalidade vai mudando a partir do momento em que entendemos que só podemos ser quem somos, não adianta recriar nossa essência.


“Não somos apenas o que pensamos ser, somos mais: somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos ‘sem querer’.” (Freud)

Portanto, viva bem com o seu caminho, mas não se acovarde, você não está sozinho.

Não há carinho mais afetuoso ou abraço mais reconfortante, não há amigo que não o abandone ou companhia que dure para sempre. Vagamos por terras de sentimentos oblíquos e olhos dissimulados. Tudo, absolutamente tudo ou é passagem ou é passageiro. O trem segue o seu caminho; nós o conduzimos. Volta e meia, olhe a paisagem, mas que seu olhar não se demore apenas a fitar a planície.

Deixe a fumaça escura que há no seu interior se perder de vista no horizonte. Com ela, vai-se o jugo alheio. Dê um beijo afetuoso no que você carrega no peito, sorria de soslaio com quem sabe ao seu respeito.

Ninguém nunca saberá como é puro esse seu jeito brejeiro. Ninguém nunca entenderá como é sincero o olhar que você lança aos passageiros.

Tire os sapatos, criança! Olhe que dia bonito! Vá ao encontro da sua criança e brinque na relva com ela. Se, ao cair da noite, sentirem frio, peguem suas mãos e, unidas, aqueçam-se. E, fitando o espaço, busquem refúgio no colo. O refúgio secreto. O colo de quem as amou primeiro. Refúgio no qual eu confio, descanso, me alimento e me deleito.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Volodymyr Hryshchenko/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.