Não há nada de errado em estar solteiro: como se libertar do estigma

Muitas pessoas solteiras sentem muita vergonha por estarem nessa posição. Elas sentem que a culpa é delas. Elas sentem que há algo errado com elas. Elas se sentem um fracasso. 

Em nossa sociedade, estar solteira ainda é fortemente estigmatizado. Estar solteira é muitas vezes visto como algo fora da norma. É mais aceitável fazer parte de um casal (mesmo que disfuncional) do que estar solteira. E é ainda mais aceitável ser divorciado do que ser solteiro.

Infelizmente, nossa sociedade nos faz acreditar que estar solteiro é errado, e seu objetivo deve ser encontrar alguém com quem se relacionar. Então, e só então, você está completo, feliz e mais aceitável socialmente.

Muitas pessoas solteiras sentem muita vergonha por estarem nessa posição. Elas sentem que a culpa é delas. Elas sentem que há algo errado com elas. Elas se sentem um fracasso.

Essa pressão social faz com que pessoas solteiras se envolvam em relacionamentos errados, apenas para se sentirem aceitas. 

A realidade é que ser solteiro é estar em um relacionamento com você mesmo. É o relacionamento mais íntimo que você vai experimentar em sua vida. Estar em um relacionamento consigo mesmo deve parecer a coisa mais natural, mas muitas vezes é considerado desconfortável. Achamos mais fácil estar com os outros do que estar com nós mesmos. Isso não parece uma loucura?

Também quero acrescentar que é normal e saudável querer companhia. Queremos nos conectar com os outros. Somos animais sociais. Nós estamos destinados a estar com os outros. Não podemos negar isso.

O problema começa quando seu desejo de estar em um relacionamento é alimentado pelo desconforto de estar com você mesmo. O desespero por outra pessoa para salvá-lo de ser solteiro só irá criar mais drama em sua vida amorosa.

É por isso que é tão importante quebrar esse pensamento e se tornar uma pessoa feliz antes de começar a procurar por amor.

Desde que me lembro, sempre tive dificuldade em estar solteira. Lutei com meu status porque acreditava nesse condicionamento coletivo em torno de ser solteiro.Eu acreditava que é mais socialmente aceitável estar em um relacionamento. Eu acreditava que existia algo de errado comigo se eu não tivesse encontrado meu parceiro de vida quando eu chegasse aos meus trinta anos. Acreditava que eu era menos, e não completa, tudo porque eu estava solteira.Durante a maior parte da minha vida, eu queria desesperadamente mudar meu status de relacionamento e escapar de todos esses pensamentos e crenças.Eu me sentia envergonhada disso. Sentia como se eu não tivesse alcançado um objetivo na vida só porque eu não tinha encontrado uma pessoa, um parceiro.Eu não gostava de estar sozinha. Eu não gostava da minha própria companhia. Não gostava de ter muito tempo em minhas mãos.

Eu me assegurava de ter planos todo final de semana e não passava muito tempo na minha própria companhia, porque me sentia incomodada com isso. 

Eu tinha muitos amigos. Eu sempre me certifiquei de ter muitas coisas para fazer. Eu sempre fiz questão de deixar meus horários preenchidos para que eu não tivesse que me encarar.

Por muito tempo, um dos meus únicos objetivos foi o de encontrar o amor da minha vida porque eu tão desesperadamente não queria estar solteira.

Eu pensei que estava fugindo desse status de relacionamento mas aprendi que tudo o que eu estava fazendo era fugir de mim mesma. E como você sabe, se há uma coisa garantida na vida, é o fato de que você vai passar ela toda com você mesmo! Não há escapatória. Você não pode fugir de si mesmo.

Em algum momento, eu precisaria perceber isso e ver a realidade. E eu o fiz. 

Depois de um tempo do término de um relacionamento conturbado, decidi que tinha chegado ao meu limite. Eu não suportava a dor emocional de me apaixonar pelas pessoas erradas. Eu tinha tido o suficiente. Eu tinha cansado de fugir de mim mesma. De perseguir o amor, tudo para que eu pudesse mudar esse status de relacionamento e me sentir orgulhosa por um momento de ter conseguido encontrar alguém.

Esse foi um momento corajoso. Pela primeira vez na minha vida eu consegui me encarar. Tive coragem de dizer: “pare”. Parei as distrações como o namoro, a vida social hiperativa, os horários sempre preenchidos, a vida sem um momento de silêncio.

E foi aí que comecei minha busca pela verdade. Esse foi o momento em que comecei a questionar todas as mentiras e crenças que não me serviram. 

Eu descobri que minha verdade era que sou completa sem um relacionamento. Eu não preciso de um para justificar o meu valor para o mundo. Eu sou inteira e completa sem um homem. Cabe a mim decidir como escolho viver minha vida como solteira e como ser feliz com ela.

Me libertei do condicionamento coletivo, de acreditar que havia algo errado comigo e que precisava estar em um relacionamento para ser feliz.

Aqui estão algumas mudanças de mentalidade que podem ajudá-lo a encontrar sua verdade sobre estar solteiro:

1. Pare de se identificar com seu status de relacionamento 

Você não é seu relacionamento. Seu status de relacionamento não define você como pessoa. Seu status de solteiro não significa outra coisa a não ser o único fato verdadeiro: você ainda não encontrou a pessoa certa. Lembre-se sempre de que, seja solteiro ou casado, você é um indivíduo. Isso é constante em sua vida. Seu status de relacionamento vai mudar ao longo da sua vida, mas seu valor intrínseco não deve mudar junto com ele.


2. Saiba o seu valor 

Seu valor não vem de fora. Seu valor não vem com um relacionamento, um parceiro ou um anel de noivado no seu dedo.

Por muito tempo, muito do meu próprio valor estava ligado ao meu status de relacionamento. Essa foi a razão pela qual eu sofria quando estava solteira. Por alguma razão, eu acreditava que seria uma pessoa melhor se tivesse com alguém do meu lado. Meu valor dependia disso. Então, enquanto eu não tinha um parceiro, eu me sentia inútil.

Mas o seu verdadeiro valor vem de dentro. Seu verdadeiro valor é essencial. Você nasceu digno e bom o suficiente. Nada externo pode adicionar à sua verdadeira dignidade, e nada externo pode diminuir isso. Você é completo do jeito que é.


3. Não há nada de errado com você 

A única razão pela qual você está solteiro é que você ainda não conheceu a pessoa certa. Fim da história. Não é porque você não é atraente o suficiente, educado o suficiente, ou porque as pessoas não te acham interessante, porque você precisa perder peso, conseguir um novo emprego ou qualquer outra coisa em que possa pensar para se depreciar.

Não crie uma história negativa que faça você se sentir infeliz. Aceite a verdade e termine aí. A unica razão pela qual você está solteiro é a ausência da pessoa certa em sua vida, não porque há algo de errado com você.


4. Não é sua culpa 

Pare de se culpar. Pare de se atormentar. Se você tivesse conhecido a pessoa certa, você estaria em um relacionamento agora, certo? Então, por que sentir vergonha de algo que está fora do seu controle? Estar solteiro não faz você melhor ou pior. Apenas aceite que o tempo ainda não chegou e aproveite sua vida até que isso aconteça. Viva ao máximo cada fase.


5. Coloque-se acima do condicionamento coletivo 

O condicionamento coletivo é tão errado, mas também é forte e profundamente arraigado. É por isso que é difícil enxergar além disso e acreditar no contrário. Independente do seu status de relacionamento, você deve se elevar acima dele e valorizar a si mesmo.

Nós, como sociedade, criamos essa crença passiva de que estar solteiro é difícil e triste, o que é baseado em nosso maior medo – o medo de ser solitário. Mas os relacionamentos também podem ser difíceis. É totalmente possível sentir-se infeliz e sozinho mesmo estando em um relacionamento.

Depois de fazer amizade com sua solidão, você verá a verdade dentro dessa experiência. Ser solteiro pode ser tão incrível quanto ter um companheiro. Você está encarregado de como você quer usar o seu tempo inteiramente para si mesmo.


6. Pare de glorificar relacionamentos 

Estar em um relacionamento não é melhor do que estar solteiro. Estar solteiro ou casado não devem ser comparados como melhor ou pior. Ambos vem com diferentes desafios, lições e benefícios. Eles nos desafiam de diferentes maneiras. É tudo sobre abraçar seus desafios atuais e aproveitar o lado bom de cada situação. Se você aprender isso enquanto estiver solteiro, poderá aplicar a mesma filosofia em seu relacionamento futuro.


7. Mantenha-se fiel a si mesmo 

Permanecer fiel a si mesmo é sobre auto-respeito. É sobre respeitar seus valores e padrões. É sobre fazer escolhas com base no que você realmente quer, em vez de ceder as expectativas alheias. É melhor ficar solteiro e mirar no que você realmente merece do que se contentar com menos e perder tempo com as pessoas erradas e, se perder nesse processo.

Permanecer fiel a si mesmo ajudará você a se sentir mais independente, confiante e feliz. Mas também significa que as vezes você se sentirá desconfortável e vulnerável. Nem sempre será fácil, mas pior do que isso é fazer algo contra si mesmo e trair seus valores.

Ser solteira tem sido o período mais transformador da minha vida. Ele pode trazer uma transformação para a sua vida também se você começar a viver mais intencionalmente como tal.

Ser solteiro pode ser divertido. Ser solteiro pode ser uma aventura. Ser solteiro pode ser expansivo e feliz. Cabe a você investir nisso e no que você escolhe acreditar. 

Se você quiser começar a mudar a forma como se sente sendo solteiro, comece a explorar as histórias que você conta sobre si mesmo.

Nossas histórias são muito poderosas. Quando você repete uma história regularmente, ela se torna sua verdade e você começa a acreditar nela.

Examine o que significa ser solteiro para você e qual o significado que você atribui a isso.

Pode ser que nesse momento a história que você está se contando seja a de que estar solteiro significa que sua vida está vazia, que as pessoas em relacionamentos estão se divertindo mais ou que você só será feliz se tiver um parceiro.

Depois de identificar sua história, pergunte a si mesmo como criar o oposto do que você acredita. Por exemplo, como ser solteiro pode ser cheio de vida e alegria?

Como posso ter ou criar mais diversão enquanto estiver solteiro? O que posso fazer para ser mais feliz aqui e agora?

Deixe suas respostas guiá-lo para tomar atitudes mais positivas e começar a viver sua vida como uma pessoa solteira e entender que isso não significa solidão.

Maximize este tempo e saia regularmente da sua zona de conforto. Inicie novos hobbies e aprenda coisas novas. Cultive o relacionamento mais importante que você tem – aquele com você mesmo. Use todas as oportunidades que surgem para crescer. Faça todos os dias o melhor dia da sua vida.

Quando você vive sua vida como um solteiro dessa maneira intencional, você nem tem tempo de perceber que esse é seu status de relacionamento. Você apenas aproveita cada momento como deve ser.


Direitos autorais da imagem de capa: wall.alphacoders




Deixe seu comentário