Não invente malabarismos para se encaixar em quem não está destinado a ficar!

13min. de leitura

Você é protagonista desse filme que é a sua vida! Não se anule! Sua vida não pode se tornar mais interessante só porque agora apareceu aquele carinha.



Uma das coisas mais comuns que acontecem nos relacionamentos é a falta de amor-próprio. O que é um grande erro, porque o melhor relacionamento é ter um caso de amor com a própria vida. Então, por que raios você está fazendo exatamente o contrário? “Se for para mudar, mude pela única pessoa que vale a pena: você.” (Jô Soares)

Um dos erros mais graves que as pessoas, especialmente as mulheres, cometem é se apegar ao resultado. Aquela pessoa que faz muita concessão, que abdica de seus planos por causa de alguém está gritando ao mundo que ela não se valoriza. Nós, mulheres, somos seres naturalmente mais sensíveis.

É comum nos apegarmos mais cedo a um relacionamento do que os homens. Mas o que fazer com aquele cara que some? O primeiro pensamento de uma mulher que se apega fácil é ficar obcecada por não ter notícias.


Mas é preciso aplicar a “lei da oferta e da procura”. Ora, se aquele carinha pelo qual você está interessada, some, sei lá, por duas semanas, qual a forma correta de pensar e de agir? Nem pense em aceitar ser a programação dele aos 45 do segundo tempo.

O ser humano não dá valor àquilo que vem fácil, àquela mulher que cancela todos os compromissos somente para atender àquele homem que não está fazendo por merecer isso.

Aquele carinha some, depois volta porque não achou nada melhor do que você para fazer naquela noite, e você sai correndo. Pare com isso já!  maluca, doida? Cadê seu amor-próprio, criatura? A Cuca engoliu?


Qual a mensagem que você está passando? Que não tem nada mais interessante para fazer com a sua vida. Ele se tornou a sua vida sem fazer o menor esforço! Quando você usa a linha de pensamento do “Deus me livre, mas quem me dera”, você está enviando uma ordem ao seu cérebro, a cada célula do seu corpo, que qualquer um pode pintar e bordar com você, que ainda assim estará disponível.

Isso só demonstra que você não sabe viver a sua solitude, que é a dádiva de estar sozinha. Não confunda com solidão. Uma pessoa que se sente só não se sente feliz em própria companhia. Uma pessoa que gosta de ficar sozinha é feliz consigo mesma. Num relacionamento, antes de vocês ficarem, serem um casal, lembre-se: você é uma mulher; ele, um homem. Mantenha a sua identidade e deixe-o ter a dele. Se você fica a toda hora cobrando daquele cara com quem mal começou a se relacionar, você se torna meio que a mãe dele, uma perseguidora. Sabe, é preciso que tenha em mente que você já é completa e ele, um complemento.

Você não pode deixar de fazer as coisas que fazia antes de ele aparecer na sua vida. Quarta é dia de fazer sua yoga? Vá lá fazer sua yoga. Dane-se que ele a chamou para sair depois de ter sumido. Sábado é dia de sair com suas amigas para um cineminha, uma boate, uma exposição? Vá fazer o que tinha programado! Suas amigas estavam antes na sua vida, seus cursos, seus projetos, seu trabalho. Você existia antes, e esta bagagem também. Não desmarque, a menos que suas amigas tenham desmarcado. Você malha terça e quinta, à noite, e ele ligou em cima da hora? Diga que pode ir, depois do seu treino.

Veja, hoje em dia, existem várias formas de conhecer alguém bacana, que vá ao encontro dos seus princípios, sua forma de ver a vida, seus objetivos. Se você entrou num site de encontros para conhecer alguém bacana ou foi apresentada a ele por um amigo em comum, vá sem neuras, sem pretensão de encontrar o amor da sua vida.

Não diga para a pessoa que você acabou de conhecer que você está à procura de um relacionamento. Você já está num relacionamento. Com você! E daí se o cara é bonito, multitalentoso, legal, bacana, tem um emprego importante, um carrão, mora sozinho, etc.? E daí?

Veja, você é protagonista desse filme que é a sua vida! Não se anule! Sua vida não pode se tornar mais interessante só porque agora apareceu aquele carinha. Você nem sabe se ele é tudo isso! Porque ser legal, educado, bacana, responsável é uma obrigação dele, aliás de todos nós. Todos os dias, nós temos que perseguir, sedentos, a melhor versão de nós mesmos, como água no deserto. Um homem não é o seu destino.

Você faz o seu destino a partir das decisões que toma diariamente. Saia sim, porque aquela pessoa que pode vir a somar contigo não vai estar sentada no sofá da sua sala. Analise os currículos, não fique achando que você está sendo avaliada por ele, você manda nessa bagaça! A dona e proprietária dessa empresa é você.

O mínimo que um homem tem de ter são essas qualidades que fazem com que cogitemos a possibilidade de ele se tornar um sócio nessa empresa é a sua vida. Não tenha medo de sair com alguém e não dar certo. Não fique achando que o problema era você. Não fique desesperada, se ele cancelou a saída que marcaram para o fim de semana.

Lembra que era você quem estava jogando as cartas? Continue o jogo! Não deu certo? Thank, God! Ainda bem que se livrou logo cedo dessa falsa expectativa. Se o cara queria somente uma transa, vocês foram e depois ele sumiu, pois que vá! Não fique com caraminholas na cabeça achando que fez algo errado. Ele queria uma transa, ué! Foi bom para você também, não foi? Pronto! Parta para outra! Não tinha como você adivinhar. Há homens que fazem toda a linha do bom moço e depois somem mesmo, faz parte. Se você foi ao encontro com esse intuito, assuma sua culpa no cartório também. Não terceirize responsabilidades tomadas em conjunto, ok?

Está a fim de encontrar alguém? Vá com calma. A pior inimiga de uma mulher não é outra mulher, mas sim a tal da expectativa. Nas expectativas, surgem as paranoias. Não ache que somente aquela pessoa irá fazer você feliz. A felicidade não mora no outro, ela precisa morar em você! Não apresse as coisas, você vai acabar correndo o risco de entrar numa furada, num relacionamento potencialmente tóxico.

Saiba viver sua solitude, seu momento, você já é completa! “Não quero ter você para preencher minhas partes vazias, quero ser plena sozinha.” (Rupi Kaur)

Tenha suas ambições; não fique com alguém que já dê indícios de que não é compatível contigo. Não vá achando que, sei lá, caso vocês passem a se relacionar e tal, lá na frente, ele vai deixar de tomar certas atitudes que hoje você já vê que não vão ao encontro das suas ideias. Ninguém muda ninguém! Se vocês se aproximaram, foi justamente pelas idiossincrasias! Caso elas sejam gritantes e você perceba de cara que vai haver embate, choque de ideias, pule fora! Não precisa deixar de ser amiga, mas pense: para que vai continuar algo fadado a falhar? Não são os opostos que se atraem, mas sim os complementares. Pessoas que têm uma forma de viver mais libertária não vão querer ficar com alguém com uma visão mais tradicional, contida. Elas se sentirão presas numa gaiola, e vão querer abrir a fechadura e voar para outro ninho.

Não se subestime, você precisar estar ciente das suas qualidades. Você é única! Ele precisa mais de você do que você dele, porque você roteirizou o seu filme, você está dirigindo e você contrata o seu coprotagonista.

Corte, de uma vez por todas, o “Deus me livre, mas quem me dera” da sua vida hoje. Se você está farta de ele desmarcar com você, ou acha que o namoro, noivado, casamento está fazendo com que você lhe entregue mais do que recebe, você está, automaticamente, comprando sua carta de alforria e dizendo a si mesma: eu mereço mais.

Ele desmarcou e agora que marcar em cima da hora? Diga “não”. Mas não para se vingar, quem faz isso é uma menina, e você é uma mulher, lembra? Diga “não” porque você já se programou para fazer suas coisas e não vai desmarcar porque ele achou um tempo na agenda para você. O seu mundo não pode girar em torno dele. Simples assim.

Mostre o seu valor, mostre que você se respeita. “Ain…, mas e se ele sumir de vez?” Nossa, mas é sério mesmo que você vai querer uma pessoa mimada que desiste de você na primeira oportunidade? Pense como um livramento! Que vá, ué! “Bon voyage!” Thank younext. Este é o pensamento.

Sabe o que é extremamente sedutor? Ser uma mulher desapegada, porque a liberdade é um bem precioso. Você quer, mas que não precisa daquela pessoa para ser feliz, portanto trate-o como ele merece, como ele escolheu ser tratado.

Uma mulher segura de si e que sabe do seu valor não se importa se aquele homem for sair com outra em vez dela, só porque deixou de fazer isso ou aquilo. Escolher estar bem consigo mesma é um exercício diário de alta autoestima. Você é bonita do seu jeito; a outra, do jeito dela. Não fique se comparando. Não entre nessa paranoia.

Sabe o que você está fazendo? Você está procurando alguém que a entenda e depois explique. Porque você está só, dentro de si mesma. Vazia. Então, mude sua forma de pensar urgentemente! Preencha-se de si mesma, amando-se alucinadamente.

Às vezes, as pessoas saem da nossa vida não pelo sexo ou pela beleza, ou pelo status social, mas por falta de sintonia. E tudo bem. Normal! Vida que segue! Não fique remoendo isso, porque você acaba criando uma obrigação que não é sua, a obrigação de ser perfeita! E ninguém é perfeito, entende?

Não invente malabarismos para encaixar em quem não está programado para ficar. Você manda na sua vida, mais ninguém. Seja o seu maior compromisso, não delegue isso a ninguém, além de si mesma. Você é a dona do castelo, ok?

Antes de enxergar o sapo como príncipe, lembre-se que até que vire príncipe, ele é só mais uma visita.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Roman Samborskyi/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.