publicidade

Ninguém é melhor que ninguém. Somos peças no tabuleiro de xadrez que é a vida!

“Nossas limitações nos impedem de ver o melhor da vida!”

O pior erro do ser humano é não se enxergar bicho. Não se ver suscetível aos seus instintos que nada são senão as emoções que se sobrepõem à razão nos momentos mais críticos.



Nosso instinto se manifesta quando criamos expectativas no outro. Quando damos esperando receber algo em troca.

Não conseguimos entender que as pessoas só podem dar o que têm. Se esperamos mais, isso é nosso. A frustração que essas situações causam, pertencem unicamente a nós.

Os contratempos fazem parte da vida.

Quando passamos a entender que a dor e os sofrimentos são essenciais para a nossa evolução espiritual, paramos de nos vitimizar e compreendemos que nada acontece por acaso, que os percalços nos fazem amadurecer, vislumbrar os caminhos que nos levam aos nossos propósitos, ao sentido de estarmos aqui.

Não há como pensar num Deus que nos criou para castigar ou punir. O conceito de pecado foi criado pelo homem. Não há sentido nenhum nessa crença.


Sempre digo que Jesus não pregou o cristianismo, Buda não pregou o budismo, nem Maomé o islamismo.

Todos os homens que mudaram o mundo e arrebataram uma multidão de seguidores, pregaram apenas o amor.


Ah o amor! O mais simples e complexo de todos os sentimentos. Se o homem entendesse que tudo o que Deus espera de nós foi resumido num único mandamento, tudo seria tão mais simples.

“Ame ao próximo como a ti mesmo”. Se tivéssemos essa capacidade não seriam necessárias as religiões, templos, livros. Não existiria guerra, desigualdade, fome, crimes.

Porquê é tão difícil entender que a empatia, o amor ao próximo são a única solução para que tenhamos paz?

O caminho é longo, o ego cega, mas acredito que quando decido fazer a minha parte plantando o amor, colocando uma semente no coração de todos que passarem pela minha vida, isso fará a diferença, de alguma forma.

Vamos desejar o bem a quem nos deseja mal. É fácil gostar de quem nos agrada. Difícil é entender a fraqueza do outro, enviar fluídos positivos e de felicidade aos que querem nos destruir.

Vamos raciocinar! Gente feliz não tem tempo de fazer mal a ninguém! Gente feliz está ocupada com a própria felicidade.

Vamos expulsar dos nossos corações as mágoas e ressentimentos que só prejudicam a quem os sentem.

Errar, sempre foi e sempre será humano. Faz parte da nossa essência. Mas perdoar, amar e dar o nosso melhor àqueles que nos cercam, independente dos seus defeitos e virtudes, é divino. Sejamos divinos então, independente da nossa religião!

Ninguém é melhor que ninguém. Somos peças no tabuleiro de xadrez que é a vida, no fim do jogo, rei e peão voltam para a mesma caixa. O que fica realmente é apenas o que deixamos de bom naqueles que cruzaram o nosso caminho.

_______

Direitos autorais da imagem de capa: thefinalmiracle / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.