No natal, não nos basta fazer um brinde e desfrutar da ceia, precisamos assimilar a mensagem de Jesus para nossa vida

4min. de leitura

O Natal nosso de cada dia, reflexão dos últimos dois mil anos.



Bem, queridos leitores, chegamos mais uma vez às vésperas de um Natal, sim mais um Natal em que se exalta a mensagem de fraternidade, solidariedade e igualdade, assim tem sido feito há muito tempo, desde quando se comemora o Natal no mundo.

Natal da troca de presentes, dos sorrisos alegres, das luzes coloridas das árvores enfeitadas e das decorações das grandes e pequenas cidades do mundo.

O Natal do comércio aquecido pelas vendas extras, da intensa movimentação nas ruas, enfim tudo que a vida moderna fez com o Natal nos tempos atuais.


Embora ainda se exibam filmes da vida de Jesus nesta época do ano (aliás, vamos nos lembrar de que sem Ele não teríamos o Natal) e Seus ensinamentos tenham sido divulgados por tanto tempo, fica aqui a pergunta:

“Quanto dos valores dos ensinamentos da vida do mestre Jesus realmente foi e está sendo praticado por nós, humanidade, nos últimos dois mil e poucos anos?”

Pratique o verdadeiro Natal!

Será que basta praticarmos o comportamento natalino, a mensagem de fraternidade apenas na época natalina? De que nos valeria aprender uma lição se não conseguíssemos colocá-la em prática?


O nascimento e a existência do divino mestre não devem ser lembrados  somente em época de comemoração, mas reconhecidos como uma época de restauração dentro de nós, restauração dos valores do bem, do amor incondicional, da humildade e da sabedoria de Jesus, porque se não aprendermos e aplicar em nossa vida as lições que Ele nos deixou, comemoraremos apenas uma formalidade, uma tradição, uma cultura.

A humanidade se acostumou a comemorar mecanicamente, sem refletir, sem perceber que o Natal deve ser um exemplo para todos os dias, a troca de presentes também, porque nós podemos ser os presentes dos outros, somente seguindo o exemplo de Jesus, assim como Ele foi um verdadeiro presente para a humanidade.

Reunir os grupos e as famílias no Natal deve ser compreendido como um momento de reflexão profunda, uma oportunidade de evolução pessoal e coletiva, que deve ser exercitada em todos os momentos de nossa vida.

Após mais de dois mil anos de evolução humana tentando assimilar os benditos ensinamentos de Jesus, creio não nos bastaria fazer um brinde com uma taça de vinho, desejar um feliz Natal aos amigos e parentes, e desfrutar da ceia, a verdade é que precisamos assimilar a mensagem de Jesus.

Reflitam a partir deste Natal e continuem refletindo por todo o ano vindouro, Natal após Natal, por toda a vida, porque a verdadeira mensagem natalina é o exemplo de Jesus, é a meta evolutiva de Seu espírito eterno.

Vamos sim trocar presentes, vamos brindar e comemorar, vamos desfrutar da ceia, mas sempre nos lembrando do verdadeiro significado do Natal.

Que o Natal de cada pessoa que lê este artigo seja de reflexão profunda, reflexão que trará alegria intensa e felicidade duradoura traduzida em força de vontade e paz de espírito, o que fará de você pessoa melhor a cada dia.

Seja feliz e aproveite ao máximo a oportunidade que este Natal trará para a sua vida!

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.