Nossa vida é assim, como um jogo de cartas, onde há que se ter muita paciência!

3min. de leitura

O nosso mais importante jogo se chama vida!

Nossa vida é assim, como um jogo de cartas, onde há de se  ter muita paciência.



As cartas do jogo da vida são inúmeras: saúde, trabalho, família, alegria, felicidade, esperança, gratidão, tristezas, sonhos… e paciência.

Nós estamos com as cartas da vida em nossas mãos, jogando e, de uma hora para outra, tudo muda. Uma hora estamos felizes, alegres, contando para todos as nossas conquistas, fazendo milhões de planos e esperando somente boas notícias chegarem. Só que as cartas do jogo da vida viram… e num piscar de olhos já não estamos mais felizes, mas tristes, deprimidos, não temos planos e muito menos paciência para nada.

A carta chamada falta de paciência pesa e se destaca em nossas mãos, porque não sabemos a hora em que o jogo vai começar e terminar.


A falta de paciência nos prejudica muito, deixando-nos cegos para enxergar as nossas próprias qualidades e ver que podemos vencer.

Qual o segredo da paciência?

Inspire e expire quantas vezes for necessário! Esse será um dos exercícios que proporcionarão  a sua paciência. Nós somos os únicos que podemos controlar a carta da paciência.

Nós precisamos praticar a paciência porque esse é o nosso maior investimento no jogo da vida. Ela nos proporciona mais qualidade de vida, deixando-nos menos estressados e pacíficos.


Com paciência tomamos decisões melhores em nossas vidas e percebemos onde precisamos melhorar.

Lembre-se de que o jogo da vida requer muita paciência. É ela que nos ajudará a conseguir tudo o que queremos.

Por isso, pratique a paciência todos os dias em sua vida. Tenha paciência nesse jogo, porque a sua vida precisa disso.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: ammentorp / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 21/11/2017 às 3:58






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.