Nunca desanime. Vá fundo lapidando seu interior… O sucesso virá!

6min. de leitura

Nunca desanime. Descubra o seu talento, vá fundo lapidando seu interior… O sucesso virá!

O Caipira e O Padre



Um certo caipira andava meio entediado no seu sítio e resolveu quebrar a rotina dos seus dias. Sua vida todo dia era a mesma coisa, tudo sempre igual, foi aí que resolveu ir passear na cidade,  coisa que não fazia com frequência. Chegando à cidade notou algo estranho – Cadê o povo? – pensou com os seus botões. Sem entender nada, decidiu ir à praça da igreja matriz ganhar uma bênção. Lá encontrou o povo. A missa tinha acabado de começar e a igreja estava lotada. Era um domingo e as famílias gostavam de se encontrar na missa e ficar sabendo das novidades que quase não tinham naquela pacata cidade.

O caipira foi logo entrando na igreja matriz para ser abençoado e ficou feliz em ver toda aquela gente. Ao entrar seus olhos curiosos se encheram de espanto. Aquela ornamentação era a coisa mais linda, bem diferente do sítio onde o trabalho duro fazia parte dos seus dias. Lá  quando a tarde caía nem dava tempo de admirar as flores, apenas desmaiava de tão cansado do trabalho na roça. O caipira se viu cercado de adereços dourados, detalhes em granito e mármore, imagens ricamente entalhadas e como se não bastasse, lá na frente o personagem principal, o padre. Um homem de boa aparência, muito alto e bonito, destoando do restante dos moradores dali. Dono de um sotaque italiano e voz firme, trajava uma roupa de cerimonial mais linda que a do papa, uma pessoa difícil de passar despercebida.

O caipira se emocionou com tanta beleza e foi aí, que dentro dele, nasceu uma inspiração. Criou coragem e foi falar com o padre. Sem jeito e quase gaguejando, pediu um minuto de prosa.


– Sua bênção padre, quero falar com o senhor. Estou emocionado e feliz se estar aqui, achei finalmente a minha vocação! Sou pouco letrado mas é isso que eu quero. Gostaria de ser igual ao senhor, um padre também.

O padre do alto da sua autoridade teológica, olhou o pobre caipira com um olhar de alfaiate, medindo-o de baixo para cima e vice-versa  e disse:

– Meu filho, você não tem condições de ser um padre como eu. Você é um semianalfabeto, tem que estudar muito, falar um idioma, fazer Teologia, Sociologia, estudar muito, muito, muito. Esqueça isso,  você não serve.


O pobre caipira levou um banho de água gelada nos seus planos de ser padre e voltou para seu sítio, convicto que o seu negócio é ser sitiante. Não tendo outra alternativa, focou seus pensamentos naquilo que entendia muito bem, mexer com a terra,  e  assim ele fez.

Os meses se passaram e o trabalho progrediu. Um pouco de sorte também ajudou e sua safra vingou, o seu pequeno lucro aumentou de tamanho. O arado puxado por bois logo fora substituído por um pequeno trator, e assim ele ia seguindo em frente.

Seu trabalho árduo às custas de muito suor foi recompensado. A sorte e  a oportunidade ventavam a seu favor. Seus vizinhos sitiantes com poucos recursos resolveram vender seus sítios para o vizinho mais abastado. Ele comprou aquilo que lhe ofereciam. Meses depois, uma bela casa foi construída onde era o casebre. Finalmente o caipira começou a se sentir um fazendeiro de verdade. Certo dia, sentado na sua varanda, ele avistou uma nuvem de poeira vindo da porteira da fazenda. A poeira crescia à medida que o carro se  aproximava,  era o gerente do banco. O gerente reclamou que o caipira nunca mais lhe fez uma visita. Vendo o progresso do caipira, tomou a iniciativa .

– Vejo que o senhor fez mudanças significativas aqui. Esse lugar virou um império agrícola! Estou espantado com o que o senhor fez aqui! Isso porque o senhor é pouco letrado, imagine se fosse estudado, como isso poderia ser?

O caipira respondeu :

– Se eu fosse estudado eu hoje seria um padre, não esse fazendeiro aqui.

Mesmo que você se empenhe num objetivo mas não tenha o sucesso esperado, não se frustre pois você é um ser de qualidades que pode ser lapidado. Se a pedra não serviu para fazer um belo solitário, poderá ser aproveitada para fazer um lindo pingente de um colar exclusivo. Seu valor não muda. Sua pedra sempre será preciosa .

Nunca desanime!

Descubra o seu talento, vá fundo lapidando seu interior e seja feliz, o sucesso virá.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.