ColunistasAmor-Próprio

O amor que eu quero e mereço, só eu mesmo posso me dar

scorpio creative tiihp5kovzQ unsplash 1

Decidi procurar um amor que cozinhe o que eu gosto ao som de um bom jazz, que tire tempo para assistir a um filme que estava na minha lista de desejos e um que não estava.



Hoje eu acordei decidido a procurar um amor! Minha busca não será por um amor qualquer, que seja superficial, temporário, pautado apenas por sentimentos ou por palavras vazias. Também não buscarei um amor que não me ouça ou que queira mudar minha personalidade em função dos outros.

Hoje eu acordei decidido a procurar um amor que, mesmo imperfeito, se mostre através de comportamentos, onde suas intenções e ações sejam autênticas, que me proporcione um relacionamento sério e divertido. Um amor que me permita uma viagem não planejada, uma aventura que nunca fiz ou conhecer lugares aonde nunca fui. Um amor que me faça gostar do meu corpo e das minhas ideias, que me presenteie com livros que eu tanto quero ou que me permita conhecer mais pessoas, aumentando meu círculo de amigos.

Decidi procurar um amor que cozinhe o que eu gosto ao som de um bom jazz, que tire tempo para assistir a um filme que estava na minha lista de desejos e um que não estava.


Hoje eu acordei decidido a procurar um amor que me incite a entender sobre arte, política, que me permita conversar sobre assuntos sérios, relevantes, mas também sobre besteiras, coisas engraçadas e sem noção.

Decidi buscar um amor que me ensine mais sobre filosofia, astrologia, religião, sobre relacionamentos, comportamentos, que me permita entender que a felicidade são momentos que nós construímos todos os dias.

Procuro um amor que queira conhecer cada vez mais a minha personalidade, entendendo porque sou o que sou e porque faço o que faço e, com isso, me permita entender as outras pessoas ao meu redor.

Hoje eu acordei decidido a procurar um amor e, nessa busca, começarei, exclusivamente, procurando dentro de mim. Comprarei uma passagem que me permitirá uma viagem para dentro do meu ser, das minhas emoções. Não que isso me faça ser autossuficiente ou que me isole de outros amores. Quero apenas começar cuidando melhor de quem sou eu, entendendo as minhas limitações.


Acredito que posso me proporcionar diversas experiências, adicionando coisas novas à minha personalidade, sem mudar minha essência.

Hoje eu acordei decidido a procurar um amor que está dentro de mim, que me permitirá saber mais o que quero e, principalmente, o que não quero. Sei que após essa procura, outro amor me encontrará. Não sei como nem onde, a única coisa que sei é que me encontrará mais feliz do que sou.

Hoje eu acordei!


Como superar um amor perdido? Descubra através destas 13 dicas surpreendentes!

Artigo Anterior

Quanto mais você corre atrás dele, menos você é valorizada

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.