O amor verdadeiro quer que você se cuide, que você se ame, que seja feliz

3min. de leitura

Preciso que sejas feliz!



Numa das mais belas cartas de amor escrita por Victor Hugo (1802-1885), ele diz para a sua amada, a atriz Juliette Drouet (1806-1883): “Preciso que tenhas saúde, que me ames, que sejas feliz. Preciso de ti, da tua saúde, do teu amor, da tua felicidade.”

O amor verdadeiro…

O amor verdadeiro quer que você se cuide, se ame, que tenha saúde, por isso as mães incansavelmente repetem a frase “leve um casaquinho, vai esfriar”. Essa é uma das recomendações do filósofo: preciso que tenha saúde. “Como foi seu dia?” é outra: preciso que seja feliz.


amor verdadeiro não exige obrigações, não escraviza, ele quer que seu dia seja feliz enquanto não está ao seu lado, que você se divirta com seus amigos, que vá ao cabeleireiro, que passeie e se reencontre com ele revigorada, porque ele precisa também da sua felicidade.

Um relacionamento em que um não está feliz não é um bom relacionamento, porque o amor verdadeiro precisa da felicidade do outro para se manter vivo.

Ele também não tem dúvidas, porque não existe espaço para desconfiança, mas certezas que devem ser compartilhadas.

Sendo assim, você precisa da própria felicidade, das suas conquistas, dos seus planos e projetos para compartilhar, para que o relacionamento agregue conhecimento e valores, e seja alimentado diariamente, regado com motivação e apoio.


Preciso do seu amor, da sua saúde, da sua felicidade, enfim preciso de você inteira, fortalecida, realizada para que possa me amar e eu não seja um peso nem o centro da sua vida.

Preciso ser bálsamo e não tormento, preciso ser alegria e não melancolia. Preciso da sua saúde para prosseguirmos com nossos planos. Preciso de você, mas não como salvação, e sim como complemento da minha felicidade.

Por fim, preciso que me ame, mas esse amor deve ser pela admiração que sente por mim, pelo meu caráter, por meus talentos, pela maneira como a trato, pelo respeito que sinto e tenho por você, pelas palavras que escolho para conversarmos, palavras polidas, delicadas, carinhosas, por minhas atitudes e pequenos detalhes do nosso cotidiano.

Preciso que me ame com o mesmo amor e respeito que lhe dedico.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Flora Westbrook/Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 23/12/2019 às 6:38






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.