5min. de leitura

O homem, a lei do karma e suas reencarnações…

“O homem que tentar fugir de sua meta cármica ou juras transcendentais será devorado ou se perderá como um pássaro que tenta voar na escuridão da noite.” – Seta Branca.

Este ensinamento tem um profundo sentido de alerta da espiritualidade para os seres humanos e foi trazido por um grandioso espírito de luz conhecido como “Pai Seta Branca” através de “Tia Neiva” uma grande missionária e médium clarividente  para um grupo espiritualista cristão, O “Vale do Amanhecer”, localizado no Distrito Federal fundado por ela e atualmente presente em todos os estados da federação e no exterior.



O Alerta está exposto ao público em frente a porta de cada templo dos muitos templos da ordem espiritualista cristã no Distrito Federal e em todos estados do Brasil.

Não é a intenção deste artigo  explanar as origens ou contar a história da ordem espiritualista, da médium ou do espírito que trouxe a mensagem, mas tão somente aprofundar a reflexão da sabedoria que esta mensagem traz para os seres humanos na terra.

Sabemos da lei do karma e suas implicações referentes às nossas reencarnações.


Esta mensagem fala da meta cármica que voluntariamente decidimos cumprir antes de encarnarmos, fala das juras transcendentais que fizemos junto aos nossos irmãos contemporâneos e até mentores espirituais.

Devemos estar cientes que metas cármicas e juras transcendentais não se desfazem, mesmo que decidamos desistir delas e viver o mundo somente através do exercício do livre-arbítrio dos seres encarnados.

É preciso entender que um planejamento de uma meta cármica, não só envolve cada espírito individualmente, mas também coletivamente os muitos grupos de espíritos programados para reencarnar juntos.

Assim como as aves voam em bandos, elas têm uma organização natural de voo e orientação, elas sabem o que fazem, para onde vão e o papel de cada uma no seu posicionamento dentro da formação de voo do bando.


Se uma destas aves abandona o grupo, seja por que motivo for, ela se perde e poderá não mais encontrar seu grupo, seu destino e desperdiçar todo o potencial que a ela estaria programado divinamente.

Os acasalamentos, a reprodução, enfim, todo o ciclo de vida que ela teria e o impacto que sua ausência causará junto ao grupo e a si mesma é de sua própria responsabilidade, e não pode ser anulada ou reparada, pois o bando se foi e já está distante demais.

Quando não cumprimos com o planejado ficamos à mercê das circunstâncias e teremos que nos adaptar às novas condições para as quais não nos preparamos.

A família que teríamos, os atos e oportunidades que teríamos de evolução, os resgates daqueles irmãos que contavam conosco, enfim, uma infinidade de consequências que só mesmo a espiritualidade pode avaliar sobre a melhor forma de reparação, de uma forma de suavizar, amenizar as consequências dos nossos erros.

É quando começamos a sofrer desnecessariamente, porque, como espíritos, não podemos alegar desconhecimento das metas cármicas e somos então devorados por nossos próprios sofrimentos causados por nós mesmos e por nossos compromissos.

Precisamos saber que não é tão fácil refazer novas metas cármicas e, talvez, muito tempo ainda tenha que se passar para que tenhamos nova oportunidade de reparar nossos erros novamente.

Para obter a oportunidade de uma reencarnação é preciso aguardar uma oportunidade única, pois ela é feita sob medida para cada um de nós, como um terno feito à mão por um exímio alfaiate.

Para tanto, exorto aos leitores para refletir sobre a grande responsabilidade que é estar encarnado neste planeta e lembrarmos que um planejamento divino muito bem elaborado foi realizado e que cada espírito, cada um dos quase oito bilhões de espíritos encarnados está enquadrado nestas mesmas condições aqui descritas.

Que a visão ampla da espiritualidade ilumine a cada leitor e a consciência superior traga a responsabilidade de cada um em cumprir com a sua parte nesta imensa oportunidade que é a vida humana.

________________

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: microgen / 123RF Imagens

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.