O nosso humor é decisivo para o nosso amor!

2min. de leitura

04/04/2013 – O humor alivia!

Se você quiser mesmo, há sempre uma forma saudável de interferir para melhorar um ambiente tenso. Enfrentamentos e confrontos só pioram.



Por exemplo, se você foca na indignação por ter visto alguém ser humilhado, será mais difícil perceber a forma como vai contribuir para mudar aquele “clima ruim”, porque você TAMBÉM ficará mal.

É preciso que você foque na alegria. Que alegria? De qualquer coisa.

Todo mundo tem motivos de sobra para ficar alegre a qualquer momento.


Lembranças de coisas engraçadas não faltam na vida de ninguém e é sempre uma opção. Simples assim.

Toda situação tensa tem um monte de componentes ridículos e, em geral, contrastantes. O humor nasce daí, dos contrastes. 

Sem ser invasivo ou inconveniente, crie uma situação paralela, ali mesmo, onde você seja o risível, o ridículo.

Se fizer isso de coração vai conseguir ser convincente até para você mesmo!


As pessoas rirão do que você estará fazendo.

Não deixe o seu ego achar que estão rindo DE VOCÊ, porque, para que esta ação dê certo, o seu ego tem que estar completamente a serviço dessas pessoas e não do seu orgulho ou da sua vaidade.

Lembre-se: neste momento o seu ego terá que atender a sua intuição e não a sua vaidade, orgulho e demais detritos emocionais.

Se você fizer isso com desprendimento e entrega vai se surpreender com a sua capacidade de levar harmonia e luz onde havia discórdia e sombra.

É para isto que estamos todos aqui.

O nosso humor é decisivo para o nosso amor.

Arly Cravo – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 

Direitos autorais da imagem de capa: maridav / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.