O poder da autoconfiança: a vitória e a autoconfiança são amigas inseparáveis!



Ao longo de tantos anos atendendo pessoas de todos os tipos, pude confirmar o que aprendi com teóricos respeitáveis: A CONFIANÇA É COMPANHEIRA INSEPARÁVEL DA VITÓRIA!

Os mais confiantes tendem a ter os melhores resultados. Mesmo quando tropeçam, levantam mais rapidamente e logo dão uma guinada.

O problema é que as pessoas aprenderam a ter uma visão derrotista da realidade (e sequer se apercebem disto). Chamam tal derrotismo de “realismo”, “prudência”, “cautela” ou qualquer outro termo que amenize a situação. Muitos sequer se dão verdadeiramente conta de que estão tomados pela insegurança. Acham-se seguros e bem resolvidos, apesar dos DAS GRITANTES CONSEQUÊNCIAS DE SUA INSEGURANÇA ESTAMPADAS EM SUAS VIDAS.

Perdoem-me os que não estão preparados para esta revelação, mas se vossas vidas não estão legais, não é por causa da corrupção moral percebida nas pessoas, nem por causa da crise político-econômica que o país atravessa (aliás, estas queixas existem muito antes deste cenário), nem por causa de decepções ou quaisquer outras supostas razões.

A verdade é que não possuem confiança real e acabam fazendo acordos mentais com a escassez.

Só produz abundância quem acredita nela! Como já disse: VITÓRIA E AUTOCONFIANÇA SÃO AMIGAS INSEPARÁVEIS, onde está uma está a outra. 

E não adianta fazer protestos ou choramingar aqui neste post! De protestos e choramingos está repleta a vida de muita gente (e isto NUNCA mudou nada).



Noutro momento, vou falar sobre algumas coisas que revelam e mantém a o quadro de insegurança psicológica.

É super importante conhecê-las, para que possam ser removidas URGENTEMENTE! Por enquanto, quero apenas assegurar que tal visão de mundo pode ser alterada, desde que certas crenças malditas que fazem afundar sejam abandonadas.

E aí fez algum sentido para você a importância de ser autoconfiante? Marque aqui alguém que vai gostar de ler esse texto!


Direitos autorais da imagem de capa: Andre Furtado from Pexels

 






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.