O poder da palavra recriando o ser humano…

4min. de leitura

A essência do vocabulário transformacional.



O livro mais fascinante da humanidade tem origem divina e traz constantemente ensinamentos.

Alguns passam desapercebidos frente ao impacto de alguns tão importantes e impactantes! Mas é exatamente em um, que consiste um dos mais importantes ensinamentos para a humanidade: “O poder da palavra”!

Quando a bíblia se refere ao poder da palavra, é comum atribuirmos esse poder ao sermão que estamos ouvindo, mas o ensinamento se refere a própria palavra.


A palavra envia mensagens para o nosso cérebro que faz ocasionar profundas reações bioquímicas em nosso corpo, relacionadas com nossas programações mentais (paradigmas), e assim o corpo reage de acordo com essa programação.

O PODER DA PALAVRA FOTO DE CAPA E FOTO 01

Exemplo: Se alguém xingar você de FDP, no mesmo instante você vai ficar enfurecido, desencadeando uma liberação de adrenalina, que o coloca a ponto de iniciar uma agressão física! Por que? Por que o seu corpo esta programado para reagir violentamente quando essa palavra for direcionada para você.


Se você for elogiado como gênio, você vai sentir imediatamente um profundo bem estar, seu corpo vai liberar hormônios que vão propiciar a você essa sensação de conforto. Por que? Por que o seu corpo foi programado pra interpretar esse elogio como algo bom, e assim reage bioquimicamente favorável, quando essa palavra for dirigida você.

Como você já começa a perceber, a palavra tem um imenso poder! Não é apenas no sentido bíblico . Não são apenas as passagens bíblicas à que se referem, mas sim a todas as palavras que tem uma associação neurológica, que funcionam como uma espécie de palavra chave para ativar ou desativar algo.

Quando você enfrenta determinada situação de tensão ou alegria, você rotula essa situação com alguma(s) palavra(s). No futuro a sua experiência será avaliada não pela situação em si, mas pela extensão da gravidade em que você a rotulou! Causando assim a reação bioquímica do seu corpo.

O PODER DA PALAVRA FOTO 02

Exemplo: Você bate o seu carro e classifica isso como: “ Nossa! Foi horrível Demais!” o cérebro já tem uma programação prévia para horrível e maximizada pelo demais! Então sempre que algo o trouxer para essa lembrança será uma tônica de reação bioquímica intensa, e desagradável liberando hormônios, que o deixarão sentindo- se muito mal.

Se você bate o carro e o classifica como: “puxa que chato isso” o cérebro também já tem uma associação para isso, como sendo algo desagradável, mas não intenso, no futuro é só isso que ele vai trazer a tona! A sensação bioquímica de “que chato Isso”!

Conclusão: Então precisamos sempre programar nossas futuras experiências com palavras que venham sempre produzir uma reação positiva, ou menos impactante

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.