O preconceituoso de hoje pode ser a vítima de amanhã!

5min. de leitura

Interessante eu nunca ter comentado nada sobre um tema que está tão aí, sempre em alta, desde que o mundo é mundo.



Bom, pra começar, é fato que existem diferenças. Existem pessoas diferentes, situações diferentes e mundos diferentes. A ideia de existir essas diferenças é justamente para que nós, seres humanos, possamos aprender a lidar com elas de forma que isso, aos poucos, vá lapidando nossa alma, nossa forma de pensar e de aceitar o outro como ele é.

Deus criou todos os seus filhos iguais que, com o passar dos tempos foram adquirindo suas próprias peculiaridades, uns sobressaindo mais, outros menos, até que, simplesmente dá na cabeça de um infeliz que ter uma pele com a cor distinta da sua significa que você não pode ser aceito no mundo onde ele vive.

o-preconceituoso-de-hoje-pode-capa


Deus definiu algo assim? Que brancos fossem melhores que os amarelos, azuis, negros, verdes? Nada disso e todos sabemos bem do que estou falando.

Outro dia, assisti um filme do Dwayne Johnson onde ele era um gordinho na adolescência e devido à isso, sofria repressões de coleguinhas que se achavam os especiais na escola. Os anos se passaram, ele cresceu e ficou forte, mas diante do opressor, vinte anos depois, ele ainda se via com os quilos a mais que tinha e muito pequeno. A mente de uma pessoa que sofre preconceito demora muito mais a se curar, a se desvencilhar de todo trauma da rejeição, da humilhação passada por simplesmente ser diferente do que a sociedade impõe como o tipo perfeito para ser o mais bonito, o melhor, o bem sucedido.

Certa vez, uma amiga me contou que uma criança de uns 5 anos, a ofendeu chamando-a de “Sua Gorda”. Senti na pele, claro, afinal, também possuo meus quilos a mais e ouvir essa forma tão cruel de falar vindo da boca de uma criança só me faz pensar que seus pais não a preparam para o mundo real em que vive: o mundo das diferenças. Provavelmente essa criança é criada com padrões fúteis de como deveria ser o mundo e as pessoas e, particularmente, eu lamento muito pelo adulto que se tornará essa criança, cheio de veneno no coração, não fazendo ideia que uma palavra sua pudesse transtornar tanto um coração e enchê-lo de tristeza. Lamento pelos pais que estão criando um monstro ao invés de uma criança saudável aberta para a realidade do nosso cotidiano.


Vamos lá, a gente tenta não aceitar mas bem sabe que aquilo que fazemos hoje volta pra nós amanhã. Seja uma ofensa, um desprezo, qualquer atitude ridícula e infeliz que surja de nossa parte. Você pode não ser a favor das escolhas dos outros, mas pode RESPEITAR a decisão e opção do outro. Eles são felizes com suas escolhas, então qual é o problema? O problema é, nos dias de hoje, ainda existir tantos preconceituosos em tamanhos mirins até! Uma tristeza que meu coração sente toda vez que vejo alguém desprezar o outro por ser pobre, por não fazer parte de um grupo… Grupo? Que grupo, gente? Caramba, por que insistimos em nos dividir, nos separar quando na verdade deveríamos ser um só?

Olha, quero mesmo que seu coração se encha de amor quando olhar o outro. Quero mesmo que aprenda a ser humilde e aceitar que cada um tem sua diversidade, sua forma de ser, de viver e que nem por isso devo discriminá-lo.

o-preconceituoso-de-hoje-pode-foto-02

Devemos ser uma família em um mundo onde todos se aceitam e se amam como são sem terem a coragem mesquinha de abrir os lábios para ofender qualquer pessoa. Vamos tentar? Você começa daí que eu continuo daqui. 😉

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 29/10/2016 às 5:18






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.