publicidade

O problema não é entregar o seu coração e sim não pegá-lo de volta. Não o deixe em mãos erradas.

Quando você menos espera surge aquela paixão avassaladora que você rapidamente confunde com amor.



E seus dias se tornam perfeitos e você se dedica totalmente a alguém por acreditar que ele (a) seja  único em sua vida.

Você começa a fazer planos, a construir seu futuro, encaixando cada detalhe do seu sonho, como se fosse uma criança montando o seus blocos de Lego, mas, de repente, você percebe que montar as peças sozinho (a) não tem graça. Que os planos são somente seus e a pessoa amada não está nem aí para o futuro desta relação.

Não, a culpa não é sua!

Você não errou por se entregar demais, por ter ocupado todo o espaço do seu coração com este alguém. Você se dedicou a um amor no qual acreditou e de fato isto é muito lindo.  Mas o amor precisa ser vivido no plural. Os dois corações precisam estar em sintonia, sonhando juntos, desejando trilhar o mesmo caminho, enxergando um futuro onde os dois estejam lado a lado.

Mas, se não é recíproco, então chegou a hora de pegar o seu coração de volta.

Não deixá-lo em mãos erradas é o primeiro passo para superar uma decepção. Erguer a cabeça é o segundo passo, pois de cabeça baixa você não será capaz de enxergar um novo amor.


Claro que você sentirá medo de se entregar novamente, mas é preciso tentar.  E quando encontrar outro alguém, mantenha o seu coração alerta. Construa novos planos, novos sonhos. Mas observe se o seu amor é do tipo que chega e adiciona mais uma “peça” aos seus sonhos ou é do tipo que esbarra derrubando uma a uma.

Se ele caminha junto com você ou se desvia sempre, pegando atalhos para um caminho que nunca o levará ao futuro que você merece.


É difícil, eu sei, porque há muito lobo em pele de cordeiro, mas repito, não há nada de errado em entregar o seu coração e sim não pegá-lo de volta, caso necessite.

Estar pronto (a) para desistir de algo que não tem futuro é um desafio que não é impossível de ser vencido, mas assusta o fato de ter que recomeçar do zero, conquistar outro amor e reconstruir com ele novos sonhos.

O que lhe resta é esvaziar o seu coração para que haja espaço para novos sonhos e novos sentimentos, mas não se esqueça de reservar um cantinho para o seu amor-próprio.

E de repente você se verá apaixonado (a) outra vez (e quantas vezes forem necessárias) até que um dia, quando menos perceber, todas as peças estarão montadas no seu devido lugar.

E você terá certeza deste amor, pois vai lembrar que cada peça dos teus planos foi encaixada a dois.

Agora sim! O seu coração estará em boas mãos! Seja feliz!

___________

Direitos autorais da imagem de capa: nd3000 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.