O problema não é fazer planos, o problema é “só” fazer planos

4min. de leitura

Cama, madrugada, luz apagada e mente acesa. Cenário perfeito para planos, sonhos, imagens de um futuro incrível passando pela cabeça, como um filme com final feliz.

Daí você adormece, horas depois, acorda e aquelas imagens se desfazem como uma miragem, que só existe à distância e não resiste à realidade.



Outro dia, mesmos sonhos! Os dias viram semanas, que viram meses, que se transformam em anos e os sonhos e planos estão lá: firmes, fortes e intangíveis.

O nosso cérebro é uma ferramenta extremamente poderosa, mas não sabe distinguir imaginação da realidade, logo, o que a gente pensa de forma firme e clara, ele entende como realidade e cria condições para que de fato aconteça. Aí você pensa: “Que ótimo! Eu idealizo e minha mente realiza” e assim, cruza os braços, fecha os olhos, imagina a vida perfeita e ao acordar foi transportado por uma nova realidade.  Só que não! Fora da matemática, a ordem dos fatores altera, sim, o produto!

A mente idealiza e você realiza! Planejamento e realização de projetos estão direta e intimamente ligados, mas entre um e outro há uma ponte chamada: atitude.

Planejar é apenas definir metas! É a receita do bolo! Ali você descobre os ingredientes que precisa usar, quanto tempo de preparo, mas se você não providenciar cada item e não seguir a receita, misturando a quantidade certa, respeitando o tempo de cada processo, você nunca vai conseguir saborear o que sua mente idealizou.


É preciso sair de si, da zona de conforto que lhe aprisiona aos mesmos resultados e transformar teoria em prática.

O primeiro passo é entender que nada vai acontecer por osmose, que a vida apresenta circunstâncias por vezes adversas, mas que exigem de você resiliência para fazer delas um degrau acima na sua evolução, e um quilômetro mais próximo da realização daquele sonho idealizado antes de dormir.

Saber-se responsável pela sua vida, reconhecer-se protagonista da sua história é o alicerce que vai servir de base para a construção de uma nova realidade.  Definidos os detalhes, traçado o caminho, é chegada a hora de caminhar, executar todas as tarefas, e dentro de meses, tudo já terá dado certo. E aí a vida vem, dá uma bela gargalhada e diz: “Vá sonhando!” E eis que lá no meio do processo (muitas vezes, no início) tudo dá errado, e aí você lembra quão confortável era o travesseiro que abrigava seus sonhos e não vê melhor saída que não seja voltar para ele. Mas, lamento informar que não é lá que as coisas acontecem, então, recalcule sua rota, descubra onde errou, identifique o que pode ser mudado e onde deve persistir. A vida prega peças e a gente precisa aprender a mudar o script e subir ao palco do jeito que der para fazer nosso espetáculo acontecer.


Descanse, mas não desanime! Pare um pouco se for preciso, mas não desista!

Sim, essas frases são clichês, mas quem disse que clichês não são verdade? Quem disse que a gente não pode fazer deles, mantras para nos guiar?

Portanto, se quiser chegar lá, alimente a resiliência, abrace a persistência e exercite a paciência!

_______________

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: everst / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.