O que a falta de tempo tem a ver com a autoestima?

Sim! Pode acreditar! Gerenciamento de tempo tem tudo a ver com a autoestima e a seguir explicarei como e porquê! Mas, antes preciso lhe contar como tudo isso se conecta também com ser mulher.

Além de fazer um trabalho exclusivo para advogadas, também trabalho com mulheres, ministrando cursos de gestão de tempo e transformação pessoal. Então, muitas pessoas me perguntam, “Mas, Kelly, por que um curso de produtividade só para mulheres?

A resposta é simples: “Porque nós mulheres precisamos ainda mais!”. Olhe só o que as mulheres pensam a respeito do tempo:

  1. Tempo livre é luxo
  2. Não têm tempo para cuidar de si mesmas
  3. Não estão dedicando o tempo adequado aos relacionamentos importantes da sua vida
  4. Não usam seu tempo para trabalhar pelos seus sonhos.
  5. O tempo é quase todo utilizado para fazer coisas de rotina, as atividades diárias que sempre existirão.

E você? Consegue se reconhecer em alguns dos pontos acima?

A pergunta é:  por que nós mulheres sofremos tanto com a “falta de tempo?  Eu vou lhe dizer agora a razão pela qual isso acontece e eu não estou afirmando isso sozinha, os motivos mencionados abaixo fazem parte da pesquisa que compôs o livro Você, dona do seu tempo, do Christian Barbosa.

Eis os motivos:

  1. Acumulam um maior número de papéis que os homens.
  2. Possuem um nível de urgência mais elevado que os homens, em razão das áreas da vida que mais lhe exigem: casa, filhos, relacionamentos, etc.
  3. 3. Possuem menor intimidade com os meios tecnológicos e isso dificulta o processo de organização nesse mundo moderno em que vivemos.
  4. 4. Têm mais dificuldade de dizer não, consequentemente se anulam mais.
  5. 5. Colocam-se em segundo plano em função dos diversos outros papeis da vida.
  6. 6. Possuem uma excessiva (auto) cobrança para desempenho dos seus diversos pape
  7. 7. Metas e objetivos focados mais no SER do que no TER.
Sim, é fato que a mulher ainda enfrenta mais e maiores desafios e, por isso, acredito que a compreensão clara e profunda sobre o que é a produtividade e como desenvolvê-la é uma ferramenta poderosa para todas as mulheres alcançarem seus sonhos em todas as áreas da vida


A falta de tempo é um dos males do século, afetando homens e mulheres, fato! Mas, repare agora nos últimos quatro tópicos acima, você consegue perceber como eles estão ligados a uma baixa autoestima?

Afinal, você já havia parado para pensar o que gerenciamento de tempo tem a ver com a sua autoestima? Se você até agora achava que não tinha nada a ver, então preste muita atenção nas 3 verdades sobre o tempo e a autoestima:

1. Fazer gestão do tempo é fazer a gestão da sua própria vida!

Não vou desmerecer aqui os desafios da profissão e muito menos o fato de que estamos falando de mulheres, porém é preciso esclarecer uma coisa de suma importância: todos os dias estamos perdendo um dia de vida! Todos os dias, quer você queira, quer não, você tem um dia de vida a menos! Não adianta focar em estratégias e técnicas de administração do tempo ou em ser a pessoa mais organizada da face da terra. Organização ajuda no uso do tempo, claro, mas não é sinônimo de produtividade. Que o diga pessoas extremamente organizadas que se sentem frustradas por não produzirem o quanto poderiam (ou gostariam!). Por outro lado, conhecer estratégias e técnicas de administração do tempo não vão surtir o efeito desejado se não estiverem alinhadas ao gerenciamento da sua vida, de maneira geral. Você precisa parar para refletir e entender de uma vez por todas que não administra o seu tempo só no campo profissional. Pelo contrário, todas, eu disse todas as atividades do seu cotidiano, sejam elas em que área da vida for, exigem o uso do seu tempo.


2. Enquanto você não valorizar a si mesma, não será capaz de dar valor ao seu tempo.

Sim! Eu sei que é duro ler isso, difícil de encarar, mas o tamanho do seu amor-próprio é que determina a sua capacidade de gerenciar o tempo!


3. Enquanto você não valorizar o seu tempo, você não fará nada com ele!

Agora me diga com sinceridade: o que você faz com o seu tempo? O quanto você usa do seu tempo para investir na realização dos seus sonhos, para cuidar de si mesma, para ter uma vida mais leve?

As nossas crenças funcionam como regras que indicam o que podemos ou não fazer, o tamanho do nosso valor pessoal, se somos capazes ou não de realizar algo ou mesmo se merecemos o que gostaríamos de ter ou não. ⠀

Se as suas crenças sobre si mesma (que determinam seu valor pessoal) não são fortalecedoras, você simplesmente não vai dedicar tempo e atenção às coisas que gostaria de viver, realizar ou conquistar e se nem mesmo você acredita em si mesma, imagine os outros! ⠀

Não acreditando em si mesma, automaticamente você desacredita do seu potencial, da sua possibilidade de viver os seus sonhos e até mesmo da sua capacidade de realizar as ações necessárias para isso. ⠀

E aí pronto, temos a receita infalível para desperdiçar tempo (ou jogar vida fora, como gosto de dizer)!

Agora pense comigo, não é praticamente uma verdade absoluta que uma pessoa com baixa autoestima tenha problemas para gerenciar o tempo de forma sábia o tempo e lidar com a autossabotagem?

É daí que decorre a dificuldade de encontrar tempo para os cuidados consigo mesma, para priorizar as ações do seu dia em atividades produtivas – aquelas que a façam caminhar na direção dos seus objetivos -, da dificuldade de impor limites e dizer não e dá-lhe procrastinação, autossabotagem e a velha desculpa “não tenho tempo”. ⠀

E tudo isso que você chama de “falta de tempo” pode ser, na verdade, uma falta sim, mas a falta de amor-próprio que a leva a se autossabotar ferozmente.

Que tal se você começar hoje? Escolha ao menos uma coisa para fazer ainda essa semana, algo que você gostaria de fazer por si mesma e ainda não havia feito por causa da “falta de tempo”.

Se quiser compartilhar comigo como foi isso, eu vou amar saber!

Se fez sentido para você, marque as amigas, compartilhe com a sua rede de contatos. Quando iluminamos o caminho das pessoas que amamos, a vida faz mais sentido!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O segredo: grinvalds / 123RF Imagens




Deixe seu comentário