ColunistasProsperidade

O que vem à sua cabeça quando pensa em dinheiro?

Independentemente do seu estilo de vida, da sua idade, do lugar onde você mora, da sua classe social e do seu gênero, uma coisa certamente faz parte da sua vida: o dinheiro.



Seja por falta ou por abundância, o dinheiro está no nosso dia a dia, querendo ou não.

Assim sendo, eu lhe pergunto: o que vem a sua cabeça quando você pensa em dinheiro? Alegria? Conforto? Estresse? Mal-estar? Dúvidas?

Como você se relaciona com o dinheiro?

Eu lhe pergunto, pois sei que essa resposta pode ser a mais importante reflexão, se você sente falta de um entendimento com ele – o dinheiro.

Em  nossa rotina, somos provocados a olhar para o dinheiro, diariamente. Seja naquele momento em que colocamos gasolina no carro, que escolhemos uma roupa ou sentamos no restaurante. Depende dele a nossa escolha, de quanto ele aparece em nossas vidas, ou não.


Mas, existe uma forma de lidar com ele com maturidade? Bem, alguns nascem com muita facilidade de entender esse relacionamento. Outros, passam uma vida inteira vítimas de um constante vendaval. Não sabem se hoje ele aparece ou não.

E, por causa dessa sensação de descontrole de algumas pessoas, esse relacionamento com o dinheiro vai ficando cada vez mais insuportável. Chega num determinado momento que é melhor nem pensar, para não piorar. Aí é que precisamos mesmo sentar, avaliar e, finalmente, transformar.


Para que isso aconteça, não precisamos de muito esforço. Pequenos passos, mas firmes, esse é o caminho. Por exemplo:

Quais são as três palavras que vêm a sua mente quando você pensa em dinheiro?

Basta fecharmos os olhos por um momento, respirar fundo e deixar imagens de dinheiro tomarem conta de nossa cabeça. Você pode escolher dólares, reais, euros, o que quiser, mas inspire o cheiro do dinheiro e expire o mesmo. Ao concentrar sua mente nele, quais são as palavras que surgem?

Esse parece um exercício bem simples, porém, muitas pessoas não conseguem realizá-lo.


Sim, as pessoas que estão distantes do dinheiro no dia a dia, não sabem o cheiro que ele tem. Pior, não conseguem deixar a imaginação associar com outras palavras. Nossa mente trabalha com associações, conectando os pontos como na nossa infância.

Se não conseguimos compreender essa associação e o sentimento que temos pelo dinheiro, como podemos comandar essa relação? Será esse um motivo para a escassez, a falta?

Deixe as palavras aparecerem em sua mente sem julgar, porque não há resposta certa ou errada. Algumas pessoas vão respirar e pensar no dinheiro e responder que as palavras são “estresse”, “dificuldade”, “compromisso”. Outras pessoas dirião “viagens”, “herança”, ou até “dor de barriga”. A viagem de cada um é diferente, o importante é se permitir, ouvir a sua voz interior, perceber o que está em você!


Então, o que vem a sua cabeça?

Escreva as três palavras e reflita sobre o que elas representam para você. O que essas palavras significam de verdade? O que realmente importa para você?

Esse é o começo de um entendimento, de uma busca que pode melhorar esse relacionamento com o dinheiro que todos temos.

Quanto mais tempo investirmos em entender essa dinâmica financeira em nós, mais gostoso será encontrar o nosso gerente no banco!

Que tal você se conectar melhor com a energia do dinheiro, que faz parte constante da sua vida? Ainda dá tempo e você está no comando!

___________

Direitos autorais da imagem de capa: dolgachov / 123RF Imagens

Nunca subestime o poder do seu travesseiro! aprenda a escolhê-lo bem!

Artigo Anterior

Os 5 sinais mais comuns de maturidade emocional:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.