O que você faz quando as coisas dão errado?

4min. de leitura

Você, eu, todos estamos expostos ao dar errado. Sabemos que a vida frequentemente não é como imaginamos. Mas qual a boa notícia?

Você achou que o relacionamento duraria para sempre, mas ele acabou. Você financiou um carro, mas foi demitido. Você investiu em um negócio inovador, mas ninguém descobriu o potencial dele. Você perdeu alguém que amava.



Aquele desânimo que surge, o dia que não brilha, os pensamentos negativos que não conseguimos controlar, a sucessão de coisas erradas que se empilham umas sobre as outras no decorrer do seu dia. Uma tristeza profunda.

Tudo conspira contra você e quando algo forte chega, como o boleto para pagar aquela conta atrasada e que você não faz ideia de como vai arrumar dinheiro, você pensa que o mundo vai acabar.

Você, eu, todos estamos expostos ao dar errado. Sabemos que a vida frequentemente não é como imaginamos.


A boa notícia?

O seu mundo não vai acabar agora e existe uma maneira bem simples e objetiva de contornar esses sintomas de descontrole emocional que muitas vezes leva à depressão.

Esse modelo torna-se cada vez mais necessário, em um mundo onde as pessoas não sabem alimentar o seu Eu emocional, apenas o Eu material.


Tanto faz o nome que você quiser dar. Eu chamo o meu de “Lista de coisas que motivam”.

Essa lista é fundamental não apenas para quem está se sentindo triste ou tem muitos problemas, também se você é um ser humano que tem algum desejo e quer se manter focado em conseguir atingi-lo. Ou seja, é uma coisa que todos nós devemos ter, achando que somos propensos ao dia de fossa ou não. E eu sugiro que você pegue agora uma folha, ou abra uma nota no seu celular e comece a montar o seu.

O que é uma “Lista de coisas que motivam”?

É um conjunto de instruções que você vai seguir caso comece a ter pensamentos dispersos, tristes ou quando não veja saída para ou seus problemas.

Ele conterá uma série coisas que você gosta — mas que esquece quando está muito chateado — e que vai fazê-las até que se sinta melhor (Ver fotos de viagens antigas; ouvir uma playlist animada; abraçar os filhos; brincar com o cachorro; ver vídeos engraçados).

Quando você pode usar a sua? Quando você começar a pensar em coisas negativas (se pensar mais de 20 segundos em algo que o deixe preocupado, já é negativo). Quando algo ruim acontecer. Quando algo muito, muito ruim acontecer. Mesmo.

Deixe o seu ego sentado no sofá e fale sobre a sua lista com as pessoas ao seu redor.

Incentive seus amigos e familiares a fazerem as deles. Você vai ver como é conectivo e divertido saber as pequenas coisas que eles gostam de fazer, mostrar as suas e criar um ambiente mais agradável em todos os tipos de relacionamento: pais, amigos, namorados.

O melhor de compartilhar é que se você estiver tão, mas tão triste que esquecer a sua lista, alguém ao seu redor vai lembrar dela e mostrar uma coisa legal que vai levantar o seu ânimo e deixar a sua angústia abandonada ao lado do seu ego no sofá.

Comece a sua lista agora!


Direitos autorais da imagem de capa: Jonathan Zerger on Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 17/06/2018 às 7:12






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.