Ontem eu fui dormir chorando, mas hoje eu estou repleta de coragem!

3min. de leitura

Eu ainda não quero comprar uma casa e me estabelecer em algum lugar. Eu acho que ainda tenho tanto a conhecer.



Talvez eu tenha um mundo. É, eu tenho. Ele está ali, esperando o dia em que criarei coragem para desbravá-lo. Você já parou para pensar em como todas essas decepções ou todos os seus fracassos o estão empurrando para outro lugar? Eu penso nisso dia e noite.

É como se Deus – ou Universo – estivesse a dizer: “Ande mais, não estacione, há algo além. Vá!”

Só que Deus – ou Universo – possui uma linguagem diferente para nos falar. Não é preciso ouvidos nem olhos, é algo que vai muito além: dentro e o invade. É preciso escutar o que não é dito e ver o que não é visível.


Você tem medo, acha que é loucura demais mas, ao mesmo tempo, cada célula do seu corpo anseia pela mudança. Mas você tem um chão tão seguro sob seus pés, por que mirar o desconhecido?

Ah, meu coração. Eu tenho um coração que vibra e não se contenta com o morno. Um coração rebelde, que insiste em me dizer que só somos livres quando destememos a solidão.

Ou quando deixamos de ser filhos das circunstâncias para ser pais e mães dos nossos atos e decisões. É fato que nem sempre eu o escuto, e quando eu não o ouço, eu viro mais do mesmo e fico borocoxô. E aí é que Deus – ou Universo – me sacode, coloca algo difícil em meu caminho para que eu não esqueça da melhor versão de mim, me acende e me enche de bravura.

Os horizontes se expandem e eu volto a estar em consonância com aquilo que carrego de melhor. Um ser bruto e selvagem.


Sem medo da dor, do amor ou daquilo que eu desconheço, disposto a se arriscar e construir liberdade.

Ah, há tanto chão e há tanto céu!

Ontem eu chorei antes de dormir, mas hoje, ah, hoje eu estou repleta de coragem!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.