publicidade

Pequenos descuidos significam grandes perdas

Amor acaba no descuido dos detalhes.

Primeiro, a paixão. A vontade em ficarem juntos intensamente, sem horários, compromissos ou programação. Depois o amor. A admiração pela essência, o cuidado com o bem-estar do próximo, a rotina com doses de carinhos diários. Essa seria a definição perfeita do desenvolvimento amoroso de qualquer relação. Porém, a falta de cuidado interrompe as relações mais incríveis, transformando o amor em mágoa, rancor e ressentimento.



Na fase da paixão é muito fácil conviver, já que o sentimento é bom em fantasiar e enganar os envolvidos na relação. A paixão inventa. Engana sem vergonha. Ilude sem limites. Bom seria se a paixão fosse suficiente para garantir uma relação, mas não é e no primeiro sopro abala todas as estruturas emocionais.

O amor não. Amor é pau para toda obra. Joga limpo. Escancara verdades.

Amor é uma pedra preciosa difícil de encontrar. Mas, assim como a paixão, o amor também acaba. E acaba das mais diversas formas.

Amor acaba no descuido dos detalhes. Acaba quando o beijo dá lugar às ofensas. Quando a vida profissional é negligenciada pelas cenas de ciúmes do outro. Quando o “bom dia” é substituído por “vamos logo porque estou atrasado”.

O amor acaba por obsessão e também por indiferença. Acaba por falta de cuidado e por excesso dele. Acaba pela saudade e pelo excesso da presença. Amor acaba por atitude e pela falta dela. Amor acaba sem que tenhamos percebido o quão importante ele era.


Amor acaba na fila do cinema, dentro do carro, no almoço de domingo com a família. Amor acaba na falta de desejo, no excesso de zelo, no vazio ao lado.

A verdade é que nós somos muito bobos. Achamos que o terreno é nosso e que a guerra está ganha e deixamos o comodismo prevalecer, permitindo que o amor morra aos poucos, sob nossos olhos.


Esquecemos que, sem manutenção, nem uma construção se sustenta, que dirá um amor.

Decretamos o fim da relação quando não há vontade de continuar e quando esquecemos que quem não sabe cuidar, não merece ter.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: spukkato / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.