Poderosos salmos contra os inimigos. Renove sua fé e liberte-se dos falsos amigos!

11min. de leitura

Seja para se livrar da inveja, desmascarar pessoas falsas e encontrar verdades, os salmos são poderosas passagens bíblicas que trazem o alívio imediato.



Os salmos contra os inimigos são ferramenta ideal para você se livrar de energias negativas e, de quebra, aproximar-se da sua fé. Além de encontrar um momento de paz e conforto, ao ler um salmo, você conta com um guia divino que o protegerá em sua trajetória.

Por mais que você perceba que uma pessoa não lhe faz bem, às vezes, é difícil simplesmente se afastar dela, não é mesmo?

Isso acontece porque você se sente culpada por tirar alguém da sua vida ou até mesmo não se sente amparada espiritualmente para tomar uma atitude drástica como esta.


Porém, com os salmos contra os inimigos, você encontrará a resposta e o auxílio que você procura. Você descobrirá quatro salmos de proteção para acompanhá-lo nessa fase complicada da sua vida.

Salmos contra os inimigos

Sente que uma pessoa está tirando a sua paz, mas não sabe como se afastar dela?

Abaixo, ensinamos quatro salmos contra os inimigos para você se apoiar na palavra do Senhor e garantir proteção divina. Seja para se livrar da inveja, desmascarar pessoas falsas e encontrar verdades, os salmos são poderosas passagens bíblicas que trazem o alívio imediato.


1. Salmo contra os inimigos

Salmo 7

1 Ó Senhor, meu Deus, em ti encontro segurança. Salva-me, livra-me de todos os que me perseguem.

2 Não permitas que eles, como um leão, me peguem e me despedacem, sem que ninguém possa me salvar.

3 Ó Senhor, meu Deus, se tenho feito qualquer uma destas coisas: se cometi alguma injustiça

contra alguém, 

4 se traí um amigo, se cometi sem motivo alguma violência contra o meu inimigo,

5 então que os meus inimigos me persigam e me agarrem! Que eles me deixem caído no chão, morto, e largado sem vida no pó!

6 Ó Senhor, levanta-te com ira e enfrenta a fúria dos meus inimigos! Levanta-te e ajuda-me, 

porque tu exiges que a justiça seja feita.

7 Ajunta todos os povos em volta de ti e, de cima, reina sobre eles.

8 Ó Senhor Deus, tu és o juiz de todas as pessoas. Julga a meu favor, pois sou inocente e correto.

9 Eu te peço que acabes com a maldade dos maus e que recompenses os que são direitos. Pois tu és Deus justo e julgas os nossos pensamentos e desejos.

10 Deus me protege como um escudo; ele salva os que são honestos de verdade.

11 Deus é um juiz justo; todos os dias ele condena os maus.

12 Se eles não se arrependerem, Deus afiará a sua espada. Ele já armou o seu arco para disparar flechas.

13 Ele pega as suas armas mortais e atira as suas flechas de fogo.

14 Vejam como os maus imaginam maldades. Eles planejam desgraças e vivem mentindo.

15 Armam armadilhas para pegarem os outros, mas eles mesmos caem nelas.

16 Assim eles são castigados pela sua própria maldade, são feridos pela sua própria violência.

17 Eu, porém, agradecerei a Deus a sua justiça e cantarei louvores ao Senhor, o Deus Altíssimo.


2. Salmos contra os inimigos e para proteção

Salmo 59

1 Livra-me, meu Deus, dos meus inimigos, defende-me daqueles que se levantam contra mim.

2 Livra-me dos que praticam a iniquidade, e salva-me dos homens sanguinários.

3 Pois eis que põem ciladas à minha alma; os fortes se ajuntam contra mim, não por transgressão minha ou por pecado meu, ó Senhor.

4 Eles correm, e se preparam, sem culpa minha; desperta para me ajudares, e olha.

5 Tu, pois, ó Senhor, Deus dos Exércitos, Deus de Israel, desperta para visitares todos os gentios; não tenhas misericórdia de nenhum dos pérfidos que praticam a iniquidade (Selá).

6 Voltam à tarde; dão ganidos como cães, e rodeiam a cidade.

7 Eis que eles dão gritos com as suas bocas; espadas estão nos seus lábios, porque, dizem eles: quem ouve?

8 Mas tu, Senhor, te rirás deles; zombarás de todos os gentios;

9 por causa da sua força eu te aguardarei; pois Deus é a minha alta defesa.

10 O Deus da minha misericórdia virá ao meu encontro; Deus me fará ver o meu desejo sobre os meus inimigos.

11 Não os mates, para que o meu povo não se esqueça; espalha-os pelo teu poder, e abate-os, ó Senhor, nosso escudo.

12 Pelo pecado da sua boca e pelas palavras dos seus lábios, fiquem presos na sua soberba, e pelas maldições e pelas mentiras que falam.

13 Consome-os na tua indignação, consome-os, para que não existam, e para que saibam que Deus reina em Jacó até aos fins da terra (Selá).

14 E tornem a vir à tarde, e deem ganidos como cães, e cerquem a cidade.

15 Vagueiem para cima e para baixo por mantimento, e passem a noite sem se saciarem.

16 Eu, porém, cantarei a tua força; pela manhã louvarei com alegria a tua misericórdia; porquanto tu foste o meu alto refúgio e proteção no dia da minha angústia.

17 A ti, ó fortaleza minha, cantarei salmos; porque Deus é a minha defesa e o Deus da minha misericórdia.


Salmo 64

1 Ó Deus, escuta a minha oração, pois estou em dificuldades! Salva a minha vida, pois tenho medo dos meus inimigos.

2 Protege-me dos planos que os maus fazem contra mim; livra-me dos bandos de homens perversos.

3 Os maus afiam a língua como espada e apontam como flechas as suas palavras cheias de veneno.

4 Eles agem depressa para espalhar as suas mentiras vergonhosas e destroem os bons com calúnias covardes.

5 Eles se animam uns aos outros para fazer o mal; falam dos lugares onde vão colocar as suas armadilhas e pensam que ninguém pode vê-los.

6 Fazem planos cheios de maldade e dizem: “Planejamos um crime perfeito.” O coração e a mente do ser humano são um mistério.

7 Porém Deus atirará as suas flechas contra eles e, de repente, ficarão feridos.

8 Deus os destruirá por causa das suas palavras; aqueles que os virem balançarão a cabeça, caçoando deles.

9 Então todas as pessoas ficarão com medo; pensarão no que Deus fez e falarão sobre os seus atos poderosos.

10 A alegria daqueles que obedecem ao Senhor Deus vem dele; é no Senhor que eles encontram segurança. Todos eles lhe darão glória.


3. Salmo contra os inimigos e os invejosos

Salmo 55

1 Dá ouvidos, ó Deus, à minha oração, e não te escondas da minha súplica.

2 Atende-me, e ouve-me; agitado estou, e ando perplexo,

3 por causa do clamor do inimigo e da opressão do ímpio; pois lançam sobre mim iniquidade, e com furor me perseguem.

4 O meu coração confrange-se dentro de mim e terrores de morte sobre mim caíram.

5 Temor e tremor me sobrevêm, e o horror me envolveu.

6 Pelo que eu disse: ah! quem me dera asas como de pomba! Então voaria e encontraria descanso.

7 Eis que eu fugiria para longe, e pernoitaria no deserto.

8 Apressar-me-ia a abrigar-me da fúria do vento e da tempestade.

9 Destrói, Senhor, confunde as suas línguas, pois vejo violência e contenda na cidade.

10 Dia e noite andam ao redor dela, sobre os seus muros; também iniquidade e malícia estão no meio dela.

11 Há destruição lá dentro; opressão e fraude não se apartam das suas ruas.

12 Pois não é um inimigo que me afronta, então eu poderia suportá-lo; nem é um adversário que se exalta contra mim, porque dele poderia esconder-me;

13 mas és tu, homem meu igual, meu companheiro e meu amigo íntimo.

14 Conservávamos juntos tranquilamente, e em companhia andávamos na casa de Deus.

15 A morte os assalte, e vivos desçam ao Seol; porque há maldade na sua morada, no seu próprio íntimo.

16 Mas eu invocarei a Deus, e o Senhor me salvará.

17 De tarde, de manhã e ao meio-dia me queixarei e me lamentarei; e ele ouvirá a minha voz.

18 Livrará em paz a minha vida, de modo que ninguém se aproxime de mim; pois há muitos que contendem contra mim.

19 Deus ouvirá; e lhes responderá aquele que está entronizado desde a antiguidade; porque não há neles nenhuma mudança, e tampouco temem a Deus.

20 Aquele meu companheiro estendeu a sua mão contra os que tinham paz com ele; violou o seu pacto.

21 A sua fala era macia como manteiga, mas no seu coração havia guerra; as suas palavras eram mais brandas do que o azeite, todavia eram espadas desembainhadas.

22 Lança o teu fardo sobre o Senhor, e ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado.

23 Mas tu, ó Deus, os farás descer ao poço da perdição; homens de sangue e de traição não viverão metade dos seus dias; mas eu em ti confiarei.

Com esses quatro salmos contra os inimigos, a pessoa que está lhe dando dor de cabeça se afastará da sua vida, muito em breve. Dessa maneira, você se sentirá mais serena e tranquila para continuar com seus projetos pessoais e profissionais.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.