ColunistasEmoções

Por que você tem medo?

Muito se fala sobre o “medo”. Essa emoção presente em qualquer pessoa comum é parte integrante das nossas vidas, e nos ajuda em alguns aspectos, mas, se estiver presente em excesso, pode nos impedir de realizar grandes sonhos.



Todo mundo conhece alguém extremamente “precavido”, ou aquele cara “tímido”, e até mesmo um empresário mais tradicional que tem “receio de dar um passo maior do que as pernas”.

Será que não é medo? Medo da escassez, medo do sofrimento, enfrentar desafios, de errar em público, medo de arriscar e não saber o que fazer com o sucesso.

Mas o que é o medo? Por que ele é uma emoção considerada ruim, por que existe esse instinto que, muitas vezes, é incontrolável dentro de nós?  Enfrentar o medo, fugir dele, guardá-lo na gaveta, qual a melhor escolha para você?


Entenda que o medo existe para protegê-lo

O medo pertence a uma das 4 emoções básicas que regem todo ser humano: Alegria, raiva, tristeza e medo.

Frequentemente, essas emoções são rotuladas como boas ou ruins, mas existem mesmo emoções feitas para nos prejudicar? Imagine a tragédia que poderia acontecer se você atravessasse uma rodovia de olhos fechados, sem medo de ser atropelado.


A autopreservação é a principal função do medo, o instinto da sobrevivência, a proteção da sua integridade física. Deixe o seu medo existir, ele tem um papel importantíssimo na sua vida, protegê-lo e mantê-lo vivo. Agora, quando esse medo existe em excesso, você pode estagnar, perder oportunidades, sonhos, vivência de momentos incríveis e de superação.

Enfrentar seu medo pode trazer quais consequências?

Você já deve ter visto mensagens motivacionais como: “Enfrente seus medos”, “Supere seus medos”, “Vai com medo mesmo!” Acredito que são frases de encorajamento e pertinentes para que você não paralise diante do medo. Agora, como colocar isso em prática?


Perceba, seu medo é como um alerta vermelho: “PARE! Você ainda não sabe lidar com isso”.

Enfrentar o medo, sem preparo, pode trazer sérias consequências. Fugir do medo, fingir que ele não existe é um sinal de zona de conforto não tão confortável. A solução é mais simples – TRANSFORME SEU MEDO EM CONHECIMENTO. Conheça seu medo, de onde ele vem, identifique o que realmente pode colocá-lo em risco ou se você está criando barreiras imaginárias, sofrendo por antecipação. Se necessário estude, pesquise, fale com especialistas e principalmente pessoas que torcem por você. Descubra qual capacidade interna você ainda precisa desenvolver, antes de dar aquele passo maior, e alimente assim a sua coragem, dê forças para a sua segurança e confiança, e retome as rédeas de sua vida.

 É conhecendo os seus limites que você se prepara para ultrapassá-los.


____________

Direitos autorais: belchonock / 123RF Imagens


A influência e o poder motivacional da música em nossas vidas!

Artigo Anterior

Cansado da mesmice? preste atenção! o universo lhe entrega aquilo que você vibra!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.