Psicóloga ensina 10 oportunidades para desenvolver a gratidão em nossos filhos

5min. de leitura

Já se foi o tempo em que as crianças tinha de se contentar com tudo ou pelo menos não abrir a boca para reclamar de nada.



Elas tinham que engolir suas decepções e aceitar o que viesse, por educação. Infelizmente, as crianças de hoje, além de não se contentar, ainda têm a triste atitude de não agradecer e ainda reclamar.

Eu fui dessa geração em que você não podia se expressar honestamente por respeito aos mais velhos ou apenas por ser criança.

Hoje, como psicóloga, reconhecendo a importância da expressão e do autoconhecimento, vejo a necessidade de mudar esse quadro, ensinando a nossos filhos sobre a gratidão honesta e genuína.


Gratidão não significa apenas dizer “muito obrigado”, é muito mais do que palavras. Ela carrega o reconhecimento e a reverência a quem lhe proporcionou uma satisfação, um benefício, um carinho ou mesmo um favor.

Gratidão é enxergar na atitude do outro a felicidade plena, é ter consideração por qualquer que tenha sido a atitude, às vezes, até mesmo quando o outro não pode oferecer muito. 

As crianças tendem a ser materialistas e egoístas, observando a maneira como os adultos lidam com as próprias vidas.

E esse texto é uma excelente oportunidade de ensiná-las a sentir a gratidão profundamente e, de quebra, aprendermos a ser gratos também.


Vamos às oportunidades de aprendizados:

1. RECONHECIMENTO – dizer “obrigado” não deve ser algo automático, como um simples “ok”. A gratidão se expressa no reconhecimento, principalmente pela atitude do outro e não no bem material. Se uma criança ganha um presente, ensine-a a agradecer ao outro por ter tirado um tempo de sair para comprar algo para ela, por ter dedicado seu tempo a escolher uma lembrança, sem se importar com o preço.


2. POSITIVIDADE – ser positivo é uma escolha que podemos fazer a todo momento. Aproveitar para fazer de cada situação uma ótima oportunidade de reconhecer a importância do outro ou de suas atitudes nos ensina muito sobre gratidão.


3. RESPONSABILIDADE – desenvolver o senso de responsabilidade nas crianças lhes ensina a reconhecer o esforço que os outros fazem. Cuidar da alimentação do pet, do irmãozinho mais novo ou ajudar nas tarefas domésticas são excelentes oportunidades de ser grato pelo que o outro faz por nós.


4. CARIDADE – ensinar que podemos oferecer ao outro nossa ajuda ou dividir o alimento ajuda as crianças a serem gratas pelo que têm.


5. SATISFAÇÃO – quando for levar seu filho a uma festinha de um amiguinho, ao comprar o presente, deixe seu filho ajudar a escolher e não compre nada a ele. Deixe-o sentir a satisfação de reconhecer que é o momento do outro, que se dedique a fazer o outro feliz.


6. RETRIBUIÇÃO – devolver a generosidade também é uma forma genuína de agradecer. Sempre que alguém fizer algo de bom por seu filho, pergunte o que ele pode fazer de bom também pelo outro, como forma de gratidão.


7. SURPRESAS – faça surpresas simples e divertidas com seus filhos. Nesses momentos, evite presentes físicos, apenas lhes proporcione motivos para sorrir ou se encantar com algo.


8. RESPEITO – incentive seus filhos a aceitarem o outro como ele é. Dentro do aceitar, eles aprenderão que cada um oferece apenas o que tem, e cabe a nós compreender as limitações de cada um. Podemos aceitar tudo o que o outro oferece, mas nem tudo precisamos absorver. Se ele não tem nada de bom a oferecer, apenas não absorva para si, afinal não é seu!


9. MOMENTOS – procure ter momentos de silêncio com as crianças. Peça que observem ao seu redor e reconheçam todos os momentos bons, como ter saúde, ter amigos, fazer uma viagem, ter os avós por perto…


10. CONEXÃO – conecte-se com seus filhos profundamente, divida suas histórias de infância, fale sobre superação, sobre o amor, sobre ter sonhos e incentive-os a fazer o mesmo.

Com essas simples ações, você poderá desenvolver o sentimento de gratidão profunda em seus filhos e os tornará adultos mais realizados, seguros e felizes.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.