Quando disser um “sim” a alguém, garanta que não esteja dizendo um “não” a si mesmo(a)!

5min. de leitura

O quanto você se doa ao outro? Da mesma maneira que o outro se doa a você?

Deus nos diz que  temos que nos amar e enxergamos o nosso valor. Dê o primeiro passo, para vencer o vício da aprovação, o vício no SIM,  dando uma olhada verdadeiramente em quem você é e em como você se sente a respeito de si mesmo.



É preciso encontrar o seu equilíbrio, sem ficar desafiador relacionar-se com as pessoas a sua volta, do contrário você acaba sempre cedendo e no final se machuca.

Não devemos fazer nada esperando algo em troca, mas o quanto você costuma dizer sim para os outros e não a você?

Para ser aceito(a)? Para ser querido(a)? Para ser disponível? Acredito que temos que flexibilizar, mas não quando isso fere a nós mesmos(as) e aos nossos valores.


Aquele Oi linda, está sumida” no final da noite do WhatSapp, que durante o dia todo some, e nos finais de semana também? Ou a amiga que só o(a) chama quando precisa, quando está mal, mas que esquece de você quando está tudo maravilhoso?

SAIBA DIZER NÃO, sem culpa e sem dor, saiba o limite dos seus valores.

Quantas vezes fazemos algo que nos fere e nos machuca,  e por medo de decepcionar as pessoas a nossa volta dizemos SIM? Mas e quanto a nós mesmas (os)? Será que a pessoa não pensa que tal situação pode não ser boa para você? E o quanto você impõe a sua vontade dizendo para a pessoa “eu não quero”?

Não estou dizendo que você tenha que falar não para tudo. É preciso ter equilíbrio, tanto nos “sim’s” quanto nos “nãos>”


Todo mundo quer um colo, todo mundo quer atenção, todo mundo quer que as coisas funcionem para o bem próprio, todo mundo quer falar, mas veja realmente se as pessoas a sua volta estão dispostas a dar colo quando você também precisa, a dar uma palavra de amor, quando necessita, a de dar uma boa ideia, quando se é solicitado. Ou é aquele tipo de relação onde só  você escuta e é sugado por toda a avalanche emocional do outro, sem ao menos no fim lhe perguntarem: E você, como está?

Quantas coisas você está deixando de fazer por você e para você por sempre falar SIM para os outros? Foco é também dizer NÃO para tudo aquilo que o tira do seu objetivo.

Cada vez mais que as pessoas adoram falar, mas e quanto a ouvir? Temos dois ouvidos e uma boca e não é à toa. É preciso encontrar o equilíbrio, em todas as relações, é preciso uma troca universal, saudável, de amor carinho, respeito e mansidão.

Pergunte-se: a maneira que você se doa para tal pessoa é a mesma maneira que ela se doa para você?

Será que você não está se doando excessivamente e esquecendo de si mesma(o)?

Faça essas perguntas a si mesma(o)!

Seja verdadeira(o) consigo mesma(o), na alma, no coração, na sua essência, no seu ser.

E seu namorado(a), amiga(o), tia, tio, primo, chefe, familiares, e pessoas a sua volta ficarem chateados e o  tratarem com indiferença, não se culpe, isto é um sinal. Não faz mal nenhum saber dizer NÃO. No começo pode ser desafiador, mas depois você vai se sentir livre, leve.

Cuide de você, com todo o amor do mundo, com todo o carinho que existe. Liberte-se do vício de agradar a todos e da necessidade de aprovação. E não esqueça: seja luz por onde for, seja você o amor da sua vida!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: ababaka / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 06/03/2018 às 6:32






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.