Quando o amor é recíproco, um cuida do outro com respeito e lealdade

3min. de leitura

Na reciprocidade, um cuida do coração do outro muito bem, acolhe e faz esquecer o que foi vivido antes; existe respeito, é um pelo outro por livre e espontânea vontade.



No início, a expectativa é grande em relação ao amor. O tempo passa e, após se perder no caminho algumas vezes e se machucar, temos a impressão de que o amor é ruim, pois machuca.

E então amadurecemos e entendemos que o amor é sim algo incrível de se viver, e que o segredo está na pessoa em que escolhemos amar.

Podemos dar todo amor, com todas as nossas forças, mas se o outro não quiser recebê-lo, será ruim, ou seja, a culpa não é do amor, e sim da falta dele no outro.

Insistir onde não há amor recíproco é remar sozinho, e isso é tolice. Sentimentos velhos e não correspondidos precisam sair para que novos possam chegar.


O amor recíproco é diferente, pois os dois querem, e o resultado disso é uma força indescritível. Há coragem de seguir juntos até o fim, há perdão, há amizade, há lealdade, há paz, há café na cama, há leveza, há humor, o vazio se completa…

Na reciprocidade, um cuida do coração do outro muito bem, acolhe e faz esquecer o que foi vivido antes; existe respeito, é um pelo outro por livre e espontânea vontade.

É se despedir de uma vida vazia e ter companhia para tudo e, até nas coisas mais simples, sentir-se imensamente feliz, é ter vontade de viver para estar ao lado dessa pessoa.


É olhar e entender sinais, é ver a pessoa ali em todos os momentos, sejam bons ou ruins, e ver se realizar tudo aquilo de que até então só se ouviu falar. Isso é reciprocidade no amor.

Às vezes, a pressa faz a gente se contentar com amores fracos, e aí só perdemos tempo e nos machucamos.

O amor recíproco é uma experiência única, incrível e maravilhosa. Não se distraia amando sozinho, esteja disposto a encontrar a reciprocidade em alguém que vai aceitar você e corresponder ao seu amor. Não aceite menos que a reciprocidade!

Somos verso e poesia

Outono e ventania

Praia e carioca

Somos pão e padaria

Piano e melodia

Filme e pipoca

De dois corações, um só se fez

O que vale mais que dois ou três.

(Melim, “Dois Corações”)

Quando se tratar de amor recíproco, você perceberá, pois lhe fará bem. Igual não tem!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.