3min. de leitura

Quando o outro não consegue mais nos acompanhar…

Todo mundo que passou ou está passando pelo processo do despertar, que está no caminho do autoconhecimento, encontra alguns desafios, principalmente quando você não está sozinho(a), quando você tem alguém ao seu lado.



À medida que vamos nos desenvolvendo, a tendência é de maior afastamento, quando a outra parte não está na mesma sintonia.

Chega determinado momento no qual o outro não consegue mais nos acompanhar e é um momento muito difícil e delicado.

É necessário muita compreensão da nossa parte para entender que aquilo para a outra parte é muito, é um passo grande demais, é algo além da conta. Que a pessoa que está do nosso lado não está pronta ainda para passar por isso, precisa de mais aprendizados; enfim, não chegou o seu momento.

Todos nós desejamos que o outro nos acompanhe para poder compartilhar das mesmas experiências, mas o caminho do autoconhecimento é um caminho individual, cada pessoa tem a sua experiência, cada um sente de uma forma as transformações.


Por mais que o outro possa compartilhar conosco, jamais serão as mesmas sensações.

Dentro do trabalho das constelações, é muito importante sabermos até mesmo honrar essas pessoas que passaram ao nosso lado, porque elas trouxeram aprendizados importantes para nós, é importante saber colocar cada um no seu devido lugar e ter respeito por isso.

E uma maneira muito bonita de até nos despedirmos, de trazer esse entendimento para nós mesmos é dizer a seguinte frase:

Eu vejo você. Eu entendo você. Eu sinto muito por isso, mas em honra e respeito a tudo que vivemos, a tudo que aprendi, eu preciso seguir adiante. Eu entendo que você não possa ir, mas eu já encontro forças e posso partir para algo maior. Gratidão a você por tudo o que compartilhamos. Graças a essa relação eu pude crescer e hoje posso ir adiante. Tenho profundo respeito por você e a partir de agora serei melhor graças a você. Serei melhor por mim e por você.


Trazer essa tomada de consciência para nós é algo muito libertador, transformador. Tiramos aquele peso da culpa, um peso que muitas vezes não é totalmente só nosso.

Porque toda relação é feita de duas pessoas. Não é só um que erra e o outro que acerta. Cabe a cada um 50% de erros e de acertos.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: stevanovicigor / 123RF Imagens

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.