Quando a vida pede um pouco mais de calma…

4min. de leitura

Esperar não é muito a minha praia, mas ou aprendemos a ser pacientes, ou vamos bater a cabeça na parede, não tem outra. Todos nascemos como pequenos e inocentes ditadores, sem nenhuma reserva de paciência. Choramos desesperadamente para que alguém venha atender às nossas necessidades.



Algumas pessoas não aprendem e continuam com o mesmo mecanismo para alcançarem o que desejam. Não esperneiam como algumas crianças, mas adotam mecanismos mais sofisticados, como manipular as pessoas para que façam o que desejam. Nunca crescem, e não desfrutam da liberdade que a autonomia e esforço próprio nos proporcionam.

Queres saber se és paciente o suficiente para viver num mundo dominado por ansiosos, irritados, irresponsáveis e agressivos? Comece examinando tuas reações diante do desconforto do trânsito intenso num dia de muita chuva, momento esse que não tens meios de fazer teu veículo andar mais rápido. A hora marcada de um compromisso está prestes a expirar e continuas numa fila onde a grande maioria está irritada, aborrecida e destemperada. É nessa hora que constatas  que não podes apressar a vida, pois, ela não pode caminhar mais rápido do que está caminhando.

quando-a-vida-pede-um-pouco-mais-de-calama-foto-01


Assim, mesmo diante da urgência, de tua irritação, os fatos só irão ocorrer quando tiverem que acontecer, ou seja, nem um segundo antes disso.

O dia já deu lugar para a noite quando retornas ao lar, cansado e com os nervos a flor da pele. Aqueles que te aguardam em casa, muitas vezes recebem os respingos dos momentos vividos na corrente impetuosa da vida afetando teu sagrado aconchego familiar. A desculpa para teus atos irritados é o trânsito, contudo, lá no íntimo sabes que o aborrecimento que te invadiu e que ainda te afeta é a falta de paciência.

A paciência é a ciência de saber que tudo aquilo que colocaste em movimento nessa vida, no momento certo, na hora exata irá acontecer. Nem antes e nem depois da hora exata… Desse modo, não adianta a mão nervosa e agitada apertar dez vezes numa fração de minuto, o botão do elevador, pois, ele só chegará onde estás na hora programada para o funcionamento do mesmo.  Às vezes, o elevador chega na hora em que terminas de rezar o Pai Nosso, modo esse que escolhestes para exercer a paciência.


“Todo aprendizado tem uma base emocional”. (Platão)

quando-a-vida-pede-um-pouco-mais-de-calma-foto-02

Não existe um único momento em nosso dia a dia em que estejamos livres de emoções, ainda que não saibamos identificá-las. Tudo o que aprendemos em nossa vida está, em parte, determinado pelo nosso estado emocional de base e sua origem. Não existe relação direta entre o que entendemos por inteligência acadêmica e inteligência emocional. Uma pessoa pode ser altamente inteligente e se destacar na escola, mas, no entanto, não se destacar em sua vida pessoal. Não perca sua paz interior pelo mundo exterior.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.