Quanto mais fico velha, menos me importo



Quanto mais cresço, mais começo a apreciar coisas que antes me pareciam ridículas. Quanto mais velha fico, menos ligo para a opinião de quem não me importa, se estou saindo bem na foto, se gostam de mim como sou e sobre quem não se importa mais comigo.

Eu não ligo mais.

Quanto mais velha fico, mais desejo ter minha casa decorada do meu jeitinho. Minha cozinha, minhas panelas antiaderentes e meu marido chegando no trabalho.

Quanto mais velha fico, mas cresce minha vontade de aprender receitas no Discovery H&H, de comprar uma colcha maravilhosa para o meu quarto e dar banho no meu filho para dormir.

Menos ligo para dores de cabeça e pessoas medíocres e mesquinhas, que fazem tempestade em copo d’água. Seres totalmente desnecessários na face dessa Terrinha.

Quanto mais eu cresço, mais tenho vontade de estudar e aprender. Mais tenho vontade de um abraço apertado, de uma sessão cinema com guerra de pipoca, risadas sinceras e cafuné para dormir.

Mais eu desejo novas viagens, conhecer novas culturas e pessoas interessantes. Sentir a brisa do mar no pôr do sol, esfregando os pés na areia.

De um chá da tarde com duas ou três amigas, de comprar um sutiã de renda maravilhoso e dar a primeira colherada no pote de Nutella.

Quanto mais o tempo passa, mais quero ter a presença da minha família e de gente que realmente se importa comigo, sem mimimi, sem tititi, sabe? Quando até reclamar dá preguiça? Quando escutar reclamações dá preguiça? Quando DISCUTIR dá preguiça? Quando você diz um OK apenas para não precisar discutir, para evitar dor de cabeça?

Sabe quando falar mal do outro dá preguiça? Quando querer saber da vida alheia dá preguiça?



Sabe quando aquela pessoa insignificante insiste em lhe alfinetar, reclamar da vida, ter inveja, falar mal de você?

Sabe quando se importar com a opinião de alguém o deixa mentalmente cansado?

Sabe quando você tem mais o que fazer? Tipo ler Freud e J.K Rowling, lavar o cabelo com aquele shampoo maravilhoso?

Quanto mais o tempo passa, mais é isso que eu quero. Se é isso que você também quer, ótimo! Venha comigo!

Se não, continuará vivendo no mundo da mediocridade, assim como eu vivia…E eu estou tão mais feliz fora dele!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / travnikovstudio






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.