Colunistas

Que Deus lhe dê um mês de vitórias. Que seja com mais borboletas no estômago e menos sofrer!

renate vanaga h033ecXWuXw unsplash

Quanta coisas atravessamos, quanta coisa já aconteceu. Deus nos trouxe tantos aprendizados, mostrou-nos a vulnerabilidade da vida, mostrou que não dá para viver sem esperança.



Foram notícias tristes, notícias de renascimento e vitória; notícias de superação.

Acho que deu tempo para repensarmos melhor nossa vida, nossas atitudes, nosso lugar aqui.

Acho que deu tempo para reiniciar e definir mais aquilo de que realmente precisamos valorizar como meta de vida.


Vidas que importam, sentimentos que brotam, colaboração espiritual e gratidão por tudo.

O campo de batalha continua, há muito ainda a fazer.

Eu vim me reconhecendo dentro de cada momento, vim me reconhecendo perto das pessoas que seguem comigo, vim tratando mais meu emocional, meu corpo físico, meu bem-estar interior.

Não há luz que se apague quando os olhos se abrem em forma de renovação, quando o que parece perdido se refaz diante dos olhos, trazendo a verdadeira resposta ao essencial.


O que aprendemos, o que fizemos, o que negociamos conosco, o que pretendemos daqui para a frente é o nosso “eu” mostrando o continuar, o ressignificar.

Deus nos salvou de tantas coisas, nos deu chance de estar aqui, continuando nossa trajetória espiritual.

Não podemos desperdiçar essa chance, não podemos nos lamentar tanto. A vida é sinal de que ainda precisamos de nossos pés, de nossos pensamentos, nossos sentidos, nosso equilíbrio para continuar, que precisamos de nossa sanidade para nos enfrentar.

E sendo força mesmo depois da dor mais profunda, sendo sabedoria e maturidade para discernir onde devemos investir e cuidar, só nos dá o direcionamento que buscamos.


Sei que foi um atravessar difícil, mas não impossível. Muitos estão aqui, diante do olhar atento de Deus.

Se cada um tirou algum proveito de tudo isso, se cada um aprendeu a lição, tenho certeza de que a vida já não será mais a mesma.

Embora muito egoísmo brote de mentes fechadas, muito descaso com o próximo parece ser algo normal, tenho certeza de que também muito coração soube corresponder com gesto de amor e solidariedade, muito coração soube orar por alguém.

Já estamos chegando ao final de mais um ciclo, espero que esse novo mês seja de vitória e cuidado, de claridade e paz.


Que a vida seja de mais borboletas no estômago e menos sofrer. Amém!

Quando a sua opinião for magoar, ferir, estragar o dia de alguém, guarde-a para você!

Artigo Anterior

Quanto tempo dura o interesse em alguém?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.