Colunistas

Que Deus nos dê sabedoria para crescermos com o desafio que estamos enfrentando

Chalermphon Kumchai 123

Muitas vezes nos tornamos frágeis e temerários diante de dias difíceis, é nessa hora que precisamos aprender a confiar no Altíssimo.



Hoje, ao acordar, pensei: querido Deus, será que as pessoas estão se melhorando? Será que algumas pessoas ou milhares de outras praticarão os mesmos atos depois que tudo passar?

Será que Sua presença em nosso coração, Sua grandeza em demonstrar os passos que devemos seguir e atitudes a serem tomadas colocarão tudo novamente no lugar?

Será que teremos um lugar mais feliz? Será que abriremos mão de tantas coisas desnecessárias?


Será que a conscientização abrirá caminho para um novo tempo, um novo estado de ser, um novo patamar espiritual?

Sei que muita gente ainda está relutando, muita gente está reclamando, muita gente ainda não se deu conta de que tudo já não é igual a antes.

Estou aqui dentro do meu isolamento, sem me deixar envolver em qualquer onda de ódio ou medo, sem interferir nas vontades do Alto, compreendendo as coisas que em mim também precisam andar mais depressa ou devagar.

Não é só o fato de me isolar, mas o fato de entender que, dentro da minha casa, também vivem outras pessoas e que junto a elas estou tentando encontrar o eixo e a visão do olhar que hoje já vê tudo diferente.


Hoje, ao acordar, pensei: ei, tenha calma, está tudo certo e esse novo percentual de pessoas gentis e solidárias, que estão se preocupando com as outras, darão um ar de mais esperança em meio ao caos que hoje todos nós vivemos.

Muita gente lá fora está lutando por outras vidas, muita gente lá fora precisa se readaptar.

Sabe a oração? A gratidão? Funciona quando a alma quer se acalmar. Muitas vezes nos tornamos frágeis e temerários diante de dias difíceis, é nessa hora que precisamos aprender a confiar no Altíssimo.

E, quando tudo isso passar, em nome da minha sanidade mental, da minha saúde física e espiritual, sei que sairei mais fortalecida e menos gananciosa, sairei menos egoísta e mais confiante.


Sairei sabendo que Deus me permitiu cruzar a porta de saída novamente, mostrando-me que eu tive fé, não tive certeza, mas tive proteção e cuidado neste tempo tão carregado de preocupações e desgastes.

De verdade, eu espero que cada um possa ao menos ter encontrado algo que tenha aprofundado e resgatado o próprio interior.

Paz e luz, cura e amparo divino.

Essa é uma nova chance ao planeta, às pessoas, por isso eu peço: não se indignem, apenas orem e vigiem. É essa Luz que atravessará a esfera em que vivemos nos abençoando e nos curando.


Emanem vibrações de amor!

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Chalermphon Kumchai/123RF Imagens.


A mente não desiste daquilo que a alma realmente deseja

Artigo Anterior

Uma mulher madura e segura de si é mais atraente que um corpo perfeito

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.