Ser intenso é estar por inteiro, é jogar-se na vida!

3min. de leitura

Admiro pessoas que conseguem manter a vida e as emoções de forma linear. Você fala com a pessoa na 2a feira, na 6a feira, três semanas depois… e nada aconteceu. No máximo ela teve um problema no trabalho, um stress na família ou deu certo numa reunião importante – nada que tire ela do foco, que arranque seu chão ou que lhe dê asas e a faça voar.



Queria estar na pele de uma pessoa dessa por um mês, só para experimentar essa sensação de calmaria.

Porque eu sou do time das pessoas intensas e nesse universo tudo acontece: 24 horas são suficientes para a vida ganhar uma cara totalmente nova.

Imagine, então, o que acontece em uma semana, um mês, um ano na vida de um intenso!

Uma vez eu mudei de cidade. Tomei a decisão no ano novo e, antes do carnaval, minha vida toda cabia em um HB20 – vendi meus móveis, troquei de emprego, larguei tudo que eu amava porque meu coração dizia que eu precisava ir em busca de novos objetivos.


Ninguém entendeu nada, foi a melhor coisa que eu fiz!

Meus relacionamentos amorosos são marcados por promessas loucas, confissões impressionantes e noites sensacionais. Às vezes, duram um dia, apenas, mas sempre que terminam deixam alguma marca (boa, na maioria das vezes). O mais legal é que eu encontro caras que embarcam nessa onda comigo.

Resolvi viajar sozinha. Poderia ter ido para uma cidade vizinha, não é mesmo? Comprei uma passagem para o deserto. Peguei dois aviões, um ônibus e um jeep para chegar lá. Fiquei 15 dias vivendo cada segundo daquelas paisagens que eu jamais sonhava em conhecer. Mágico, melhor coisa que eu fiz na vida!


Quando abraço um projeto profissional, vivo para ele, fico sem dormir se for necessário, aposto as minhas fichas. Play hard, work hard.

Ser intenso é estar por inteiro, é se jogar na vida. É ter uma curiosidade constante, é ser inquieto, se descobrir a cada dia, desvendar o mundo enquanto conhece a si mesmo!

É ter coragem para mergulhar e fracassar. Mergulhar de novo e fazer dar certo. Seguir nadando sem ficar preso às beiradas, é ir fundo e se desprender da parte rasa desse enorme oceano chamado “vida”.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: guruxox / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.