ColunistasRelacionamentos

Sinto-me incapacitada para expressar, mas vou tentar dizer o que é se apaixonar…

Eu quero estar com você, fazer o nosso dia acontecer, sorrir ao seu lado já faz valer. Quero desfrutar do calor dos seus braços até amanhecer. O tempo não passa, ele congela o momento, quando estou com você.



Não ouço barulho de vozes, carros, sirenes e buzinas, é como se meus ouvidos se fizessem mudos ao mundo e, só a você, eu conseguisse ouvir. Assim como também não consigo enxergar mais ninguém, pois todos ficam, imperceptíveis ao seu lado. E tudo se torna tão insignificante, mesmo com você distante.

Não existe chão, quando seguro sua mão, os alicerces então se transformam em nuvens de algodão. É como se meus pés estivessem alados, por eu estar ao seu lado. Assim não me sinto caminhar, mas sim flutuar.

A brisa fica mais fresca, o mar sussurra como se quisesse me dizer algo e me dar um recado. A lua nos resplandece, quando nos encontramos sob ela e, simplesmente, tudo se torna tão mágico, é como se houvesse um outro mundo, dentro do nosso mundo, um campo de força que nos envolve e nos leva para uma dimensão à parte, que mais parece em Marte.


A dimensão do amor, onde nela só existe você e eu, um mundo construído para nós dois, com o nosso tempo, nossas regras, onde a única lei é ser feliz, e só há uma obrigação, a de fazer o outro sorrir.

Quando nos desligamos e cada um vai para o seu lado, ainda continuo encantada, porque não é nada fácil para uma intoxicada. Você me contamina de uma forma, que sou obrigada a sorrir, até para estranhos que nada tem a ver, com o que vivo a sentir. Agora vivo a suspirar pelos cantos, às vezes distraída pelo nada, como se estivesse enfeitiçada e só de lembrar do seu nome, já começo a rir.

E é assim o amor, torna a vida mais fácil, mais leve e segura. Até nos pegamos a fazer, o que antes jamais imaginávamos acontecer. E, de repente, contemplar o azul do céu já se torna uma constante rotina a seguir.

Também ficamos mais gentis, pacíficos,desatentos, abobados e nem quando pisam no meu calo, eu me coloco a ressentir.


Torno-me forte, confiante, e passo a acreditar que o único sentido da vida é esse sentimento delirante. Ou será que só faz sentido, porque já devo estar iludido?

Sei que tudo pode parecer exagero, mas o amor é assim,ele nos faz melosos, e pedantes, num mundo onde ele está cada vez menos relevante.

Acredite nas conspirações incríveis que só o universo, em toda sua imensidão, é capaz de criar…

Artigo Anterior

Uma pessoa que realmente quer estar com você, não cria desculpas!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.