Sua autoestima está em baixa? Então, pare tudo e leia este texto!

11min. de leitura

Comece agora a praticar os quatro passos, porque você merece amar e ser amada! Você é a única pessoa responsável por transformar a estima que tem por si mesma.  



Dicas valiosas que poderão ajudar você a aprender a gostar de si mesma. Quando você se olha no espelho, o que pensa sobre si mesma? Gosta do que vê? Você acredita que pode realizar os seus melhores sonhos e viver que acha que merece?

Se sim, você sabe usar o seu potencial para realizar seus objetivos? Você se acha capaz de conquistar e manter junto de você alguém especial? Ao se comparar com outras mulheres (sempre fazemos isso, né?) em qual posição você se coloca? Se não, o que você tem feito para melhorar sua autoimagem? De zero a dez, quanto você se sente bem consigo mesma em termos de autoamor e autoconfiança?

Todas essas perguntas têm o objetivo de fazer você refletir sobre como vê a pessoa mais importante da sua vida: você mesma! Pensando nisso, neste texto, você irá encontrar um método em quatro passos para fortalecer a sua autoestima e que fará você alcançar o próximo nível de autovalorização, autoconfiança e amor-próprio!


Antes das dicas entenda uma coisa: só o valor que você se dá é que determina o modo como você se sente em relação a si mesma!

Consequentemente, a grande verdade é que a forma como nos sentimos acerca de nós mesmas facilita ou dificulta todas as nossas ações e conquistas, em qualquer área da nossa vida.

Desde a saúde emocional, mental e física, também na maneira de nos relacionarmos com as pessoas que amamos e, até mesmo, como nos sentimos com desconhecidos. Se você entende que precisa elevar a sua autoestima, pois está cansada de se sentir menos do que de fato é, então, siga comigo neste artigo.


Antes de tudo, acredite, você não é a única a ter problemas com a baixa autoestima. Eu mesma tive muitos problemas com relação à falta de estima por mim.

Eu não me achava boa o suficiente e, tampouco, merecedora de uma vida extraordinária. Sentimentos de inferioridade, como não aceitação, rejeição, medo e reprovação a mim mesma eram frequentes em minha vida, mas um dia tudo isso mudou. Foram os quatro passos que vou compartilhar aqui que me ajudaram, definitivamente, a dar uma virada na minha autoestima. Por isso, eu acredito que essas dicas valiosas vão ajudar você também a aprender a gostar de si mesma e a viver de maneira mais leve e feliz.

Quatro passos para melhorar a autoestima! 

1. Começar pelos pensamentos!

Faça um diagnóstico sobre como você pensa sobre si mesma, principalmente diante de uma dificuldade! Seus pensamentos são positivos ou inferiores? O que você diz sobre você mesma na forma de diálogo interior? Qual a imagem que faz sobre si? Se forem negativos, imagine continuar pensando assim durante uma semana, um mês, um ano, uma vida!

É bem provável que você nem perceba que está alimentando, diariamente, dentro de você, pensamentos que podem adoecê-la e destruir a sua autoestima.

Já disse Buda: “O que somos é consequência do que pensamos!”

Para que você perceba ainda mais o nível dos seus pensamentos, anote-os.

Normalmente, quem tem baixa autoestima é crítica demais consigo mesma, cobra-se muito, sente culpa, além de reprovar-se em suas ideias e atitudes. A ideia aqui é que você anote os pensamentos negativos e ao lado de cada um escreva algo fortalecedor. Ao praticar esse exercício, você irá mudar o nível dos seus pensamentos e, consequentemente, os seus sentimentos. É o exercício de eliminar todo lixo de dentro de nós!


2. Biblioterapia. Pratique a terapia da leitura!

Acredito fortemente no poder da leitura para transformar a nossa vida. Porque a leitura muda a nossa maneira de pensar. Assim mudamos os pensamentos, que mudam os sentimentos e, finalmente, nossos comportamentos mudarão.

Você já sabe que, ao melhorarmos a nossa maneira de pensar sobre a vida e, principalmente, sobre nós, transformamos a nossa autoestima e passamos a gostar mais da pessoa que somos.  Portanto, faça a terapia da leitura. Não vai lhe custar nada e os benefícios são incríveis, eu lhe garanto. Leia. Leia muito. Leia todo dia. Leia sempre! Se você quer obter melhores resultados na sua vida, então, leia!

Leia livros, revistas, artigos (aqui no site O Segredo há excelentes artigos). Leia sobre tudo, principalmente, sobre desenvolvimento pessoal. Pesquisas citadas no livro “Antidepressão”, de David D. Burns, revelam sobre o efeito que a simples leitura de um livro inspirador causa em pessoas com quadros depressivos. É a chamada terapia por meio da leitura (biblioterapia). Eu achei fantástico porque amo ler, por isso estou indicando a você. Eu leio muito! Experimente essa terapia e cure a sua vida!


3. Deixe a vida fluir através do perdão!

Imagine um cano por onde deveria passar água, mas não passa porque está entupido. Esse cano é a sua vida e a água representa o fluxo da vida. O perdão é o elemento que fará desentupir esse cano, nesse caso, a sua vida. Perdoar vai permitir que a sua vida flua normalmente e revigore os seus pensamentos, sentimentos e atitudes.

Perdoar é um benefício que você dá a si mesmo e não ao outro (embora todos sejam beneficiados, e isso é bom). Ao perdoar, você se permite libertar-se das teias que a prendem às experiências ruins do passado. Não perdoar produz negatividade, o que afeta drasticamente o valor que damos a nós mesmos. Você nem percebe esse efeito, mas ele existe. Não perdoar é antinatural, por isso causa estragos internos. Não perdoar é contrário ao amor, que é o fluxo natural da vida! Perdoe porque você decidiu parar de sofrer. Agora, o mais prejudicial é não perdoar a si. Não se perdoar é como se matar em doses homeopáticas. Imagine o que isso não faz com a autoestima (é destruidor). A falta de perdão por si e pelos outros é veneno para a autoestima.

Sabe porquê?

Porque, custa muito caro manter raiva, mágoas e ressentimentos. A atitude de não perdoar afasta a alegria, a paz, o amor, a satisfação, a estima por si mesma e provoca estragos, como amargura, solidão, separação, isolamento, dificuldades para amar, doenças da alma, tristeza, pessimismo com a vida e as pessoas, dúvidas quanto ao presente e ansiedade quanto ao futuro.

Pode ser que a sua maior dor esteja relacionada com a falta de perdão! Por todas essas razões, o terceiro passo para melhorar a autoestima é o perdão. Você não é perfeita, perdoe-se. A vida é um constante aprendizado, quem convive com você também não é perfeito, liberte-o perdoando-o.

Você resolve o passado perdoando e se abre para o futuro com a energia necessária para gerar satisfação e contentamento. Sua autoestima agradece! Quem você precisa perdoar para desentupir o cano da sua vida e deixar fluir uma vida nova e extraordinária?


4. Pratique a gratidão, isso eleva a autoestima. E muito!

Gratidão é um estilo de vida! Quanto antes você o adotar, antes vai sentir seus efeitos extraordinários na sua vida. Porque as pessoas que praticam a gratidão possuem pensamentos e emoções mais positivas. Elas desenvolvem alegria, entusiasmo, amor, otimismo, fé, felicidade, abundância, saúde mental e física.

Pessoas gratas permanecem blindadas contra sentimentos destrutivos, como pessimismo, raiva, ressentimentos, ansiedade, depressão… Todo esse jeito de ser e de viver é comprovado cientificamente. Conforme pesquisas desenvolvidas por Robert A. Emmons, a gratidão é um verdadeiro antídoto emocional, capaz de mudar a vida de uma pessoa.

A gratidão gera o hábito de focar nas coisas boas do cotidiano e de reconhecer motivos para ser grato. Gratidão e felicidade andam de mãos dadas. A prática da gratidão programa o cérebro para focar em coisas positivas, e o resultado é perceber mais e mais situações para celebrar.

Uma pessoa grata manifesta gratidão em atos, palavras e ações. Quem pratica a gratidão como estilo de vida jamais sofrerá de complexo de inferioridade, ressentimentos, baixa autoestima.

A gratidão faz elevar a autoestima porque gera pensamentos positivos, sentimentos fortalecedores e comportamentos vencedores. É tudo o que você precisa para dar um salto de qualidade em sua autoestima!

Vai um exercício prático para você: escreva cinco motivos pelos quais você é grata. Leia todos os dias e acrescente outros motivos a cada dia. Esse treino de enxergar as razões pelas quais você é grata gerará positividade e otimismo que, automaticamente, farão elevar a estima por si mesma.

Sua tarefa agora é praticar esses quatro passos. Você perceberá a diferença!

Agora que você já sabe quais são os quatro passos para melhorar a sua autoestima, não adie nem mais um minuto a sua felicidade!

Pratique já os quatro passos, porque você merece amar e ser amada!

Você é a única pessoa responsável por transformar a estima que tem por si mesma. Comece agora mesmo!

Eu sou a Rone Portela e o meu trabalho é ajudar mulheres a recomeçarem construindo um novo jeito de ser e de viver. Aquilo que trouxe você ao exato ponto em que está não é o mesmo que a levará para um lugar melhor!

E não se esqueça: estou aqui emanando vibrações de paz, amor e alegria que, neste instante, estão chegando até você. Receba!

Um abraço carinhoso.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.