“ter um lugar para ir é lar. Ter alguém para amar é família. Ter os dois é benção!”

5min. de leitura

A força de uma família unida!

Existem pessoas que vivem em desarmonia com outras que lhes são muito próximas, como pais, irmãos, filhos, cônjuges.



Existem muitas famílias desajustadas por causa de maus hábitos de uns ou outros, por causa de má conduta, de comportamentos destrutivos. Infelizmente, vê-se muito disso, onde os filhos crescem em um ambiente familiar “insalubre” tornando-se adultos problemáticos, iniciando assim um círculo vicioso, pois caso não se atentem para a questão, repetirão os mesmos atos de seus pais em relação aos seus filhos.

Porém, quão bom é ter naquelas mais próximas de nós desde o nascimento, pessoas que amamos e que nos amam, nada é mais gratificante. Uma grande benção!

Ter pais com quem possamos contar, que nos encham de amor e dedicação, e mais tarde podermos retribuir tudo isso com o mesmo afeto, não há nada que se compare.

Irmãos que são verdadeiros amigos, seja na infância, na adolescência ou na vida adulta   já que, às vezes, o perfil de cada um os separa em algum momento da vida, mas melhor mesmo é poder se dar bem com eles durante todo o percurso de nossas vidas.


Quando em uma família existe amor recíproco, ele se torna a base para todos os envolvidos, o porto seguro tão necessário onde nos sentiremos protegidos, protegeremos e jamais teremos a sensação de abandono e solidão.

A partir das famílias que nossos pais formaram, formaremos as nossas e nossos filhos as deles e assim sucessivamente, portanto é importante a herança moral, a herança emocional, a herança de valores que cada um de nós passará para a próxima geração.

Quando se vão nossos pais, que é o ritmo normal da natureza, se eles tiverem sido agregadores, os irmãos serão unidos e inseparáveis, ainda que cada um siga a sua vida individualmente com suas famílias ou da forma que tiver escolhido.

Dentro do seio familiar, cada um de nós tem um papel específico, os pais na condução, cada qual desempenhando a parte que lhe cabe à sua maneira, os filhos cada um é um, e por essa razão, todos têm seu modo de contribuir, seus deslizes também, porque não somos perfeitos, mas se houver respeito e solidariedade, tudo encontrará um jeito de voltar ao equilíbrio.


É muito bom saber que podemos falar e ouvir todas as vezes que desejamos com nossos irmãos, alegrar-nos com nossos sobrinhos e ver a interação entre nossos filhos e os filhos de nossos irmãos.

Afastando-se um pouco do seio mais íntimo da família, encontramos nossos tios e primos que são, ou deveriam ser nossas segundas famílias, assim como nós a segunda família deles.

Formar uma família requer muita responsabilidade, compromisso, pois ela, independente da configuração, será uma referência definitiva que acompanhará o indivíduo por toda sua existência, e quando desequilibrada, poderá deixar sérias seqüelas no integrante, levando-o a sofrimentos e até à própria destruição.

É bem verdade que, às vezes, a vida surpreende, onde, do seio de boas famílias saem indivíduos problemáticos e o contrário também ocorre de famílias desajustadas ter em um ou mais elementos pessoas que escolhem o caminho da retidão.

Porém, o mais possível é que boas famílias darão bons frutos e famílias desajustadas poderão oferecer à sociedade pessoas inseguras, por vezes perturbadas.

Afastar se da família, não me parece o melhor caminho.

Ter pais, irmãos ou filhos com quem possamos contar reciprocamente e, sobretudo, com quem possamos trocar afeto, carinho, atenção é algo que deve ser preservado com muita responsabilidade e compromisso de cada um. Envolvimento afetivo sincero.

E como membros que somos de uma família, abrindo nossos braços, cada um de nós, unindo-nos em um grande e acolhedor abraço, onde caiba cada elemento que forma essa pequena comunidade, abracemo-nos com muito acolhimento e afeto.

“Ter um lugar para ir é lar. Ter alguém para amar é família. Ter os dois é benção”

 

_______

Direitos autorais: gstockstudio / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.