Todos os dias nós temos a oportunidade de fazer escolhas e de decidir o que manter em nossas vidas

4min. de leitura

Todos os dias nós temos a oportunidade de fazer escolhas e de decidir aquilo que queremos manter em nossas vidas. O que mais importa é que sejamos inteligentes o suficiente para nos distanciar daquilo que nos faz mal, daquilo que tem a pretensão de nos tornar pessoas ruins e sem caráter.



Por isso, afaste-se de quem fala mal dos outros, pois essas pessoas também podem falar mal de você.

Sabedoria é deixar de lado aquilo e aqueles que não nos acrescentam. Jogue no seu passado tudo aquilo que não tem o poder de transformá-lo em uma pessoa melhor e mais feliz.

Sei que aprender a se afastar daquilo que não nos acrescenta não é algo fácil, pois demanda esforço de nossa parte, porém devemos ser corajosos o suficiente para riscar de nossa vida caminhos que não nos levam para frente e pessoas que não nos deixam ser felizes plenamente.

Nunca seremos felizes se tivermos ao nosso lado pessoas que plantam sementes ruins, pessoas que não se importam em caluniar e falar mal do próximo, pessoas que estão mortas por dentro e sentem a necessidade de lançar suas sementes ruins para fora, através da língua afiada.


Quando ficamos muito tempo com as pessoas, acabamos adquirindo seus hábitos. O primeiro passo é escutar o que nos dizem, no segundo já estaremos fazendo tal como elas: espalhando sementes de discórdia, palavras que ferem a nossa dignidade.

Por isso, devemos nos afastar daqueles que adoram fofocas, que denigrem a imagem alheia e que nos fazem sua plateia. Saiba que essas pessoas sempre terão outra plateia com quem falar sobre nós.

Assim, não devemos confiar em quem alimenta uma conversa apenas a partir de falas a respeito da vida alheia.

Aquele ou aquela que é motivo de fofoca não tem a opção de se defender e, além disso, não podemos aceitar ouvir dos outros o que não gostaríamos que falassem sobre nós.


Ultimamente, estou mais paciente, ouço que dizem de mim e não me importo porque mais vale a minha consciência, mas não aceito ter ao meu lado pessoas que querem alimentar sua maldade às custas dos meus ouvidos.

Meus ouvidos são sempre abertos para ouvir o que é bom, meus olhos para enxergar o que é verdadeiro, meu coração para guardar o que vale a pena e minha alma para carregar o símbolo da paz. Porém, não sou aberta para nada que possa me tornar um ser humano sem caráter. Sinto muito pelos fofoqueiros, mas no meu rol de amizades só guardo aqueles que tem algo a dizer para alimentar minha alma e meu coração, aquecendo-me por dentro, não são dignos aqueles que não têm isso para me oferecer.

Não peço muito, apenas que sejam verdadeiros e não espalhadores da maldade.

Que espalhem somente o bem e não difamem o próximo, é isso o que eu espero das pessoas que querem estar ao meu lado.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 1012680

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 18/08/2018 às 8:14






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.