publicidade

Um kit de primeiros socorros para quando a vida desmorona

E se o amor, assim como a dor – for um lugar que apenas as pessoas corajosas visitam? – Glennon Doyle 



É um dos maiores paradoxos da vida: quando a fase está boa, todos os aspectos da nossa vida parecem leves. Quando a vida está difícil, tudo à nossa volta parece se complicar. 

Essa realidade continua dando voltas na minha cabeça e eu continuo tentando entendê-la. Por que acabamos nesses espirais de “tudo bem” ou “tudo ruim”? Como podemos sair do “tudo ruim” mais rápido da próxima vez que tudo resolver dar errado? Como podemos nos ajudar a sobreviver esses momentos?

Houve momentos na minha vida quando tudo parecia perdido. Quando eu não pude imaginar que conseguiria levantar da cama com facilidade novamente. Quando eu pensei que minha situação atual continuaria para sempre e estava convencida de que o sofrimento era o meu destino.

A maioria das minhas lutas foram por motivos de dores emocionais. Relacionamentos falidos, traições, decepções com amigos. Sempre me entreguei muito nas minhas relações e apesar de que em muitos momentos foi gratificante, também paguei um preço caro por ter me envolvido e confiado nas pessoas erradas.

Eu chamo esse período, e outros como ele, de buraco negro. Consegui sair dele através de algumas mudanças de estilo de vida. Mudanças que foram importantes para a evolução do meu corpo, mente e espírito. 

Mas eu também percebi que, na maioria das vezes, é a luta interna e silenciosa que mais nos desafia. Essa luta que eu visito tanto recentemente e que sei provavelmente voltarei a visitar no futuro. Acredito que isso seja simplesmente parte da experiência humana.


Então, como fazer isso? Como podemos usar sabiamente as ferramentas que não são tão óbvias para nós quando estamos em um espiral de decadências?

Este é o kit de primeiro socorros que criei para mim e espero que ajude você também:

1. Permita-se sentir 

Se você é uma pessoa altamente sensível, como eu, você provavelmente está ciente de suas emoções. Você sabe que elas existem. Elas nunca deixam o seu lado e você é constantemente lembrado do estado em que você se encontra. Então, como você lida com esse fato?


Bom, uma solução é não se reprimir. Abrace os seus sentimentos. Fique sozinho com eles, faça de qualquer emoção que precisa surgir bem-vinda e sinta-a. Você nem sempre precisa entendê-la. Você não precisa analisar. Você não precisa corrigir nada, apenas sentir.


2. Deixe que as pessoas se aproximem de você  

Quem no mundo nos disse que viver é uma tarefa fácil? De onde tiramos essa ideia maluca? Não é nada fácil. Nem sempre, pelo menos. A vida pode ser muito difícil.

Converse com alguém em quem você confie. Deixe claro para eles de que tudo que você precisa é de um ombro amigo, e não, necessariamente, de conselhos. Apenas coloque tudo para fora, tudo mesmo. Ter alguém com quem você possa desabafar pode levá-lo longe.


3. Lembre-se de que você não está sozinho  

Seja o que for que você estiver sentindo agora, você não está sozinho. Você é único e especial, mas suas experiências e emoções não são.

Você não inventou o sentimento que experimenta agora. Outra pessoa, em algum lugar do mundo, está sentindo exatamente a mesma coisa que você, neste momento. Pode ser que os motivos sejam diferentes, mas o sentimento é o mesmo. Você não está sozinho.


4. Escreva

Nossa cabeça tem esse hábito desagradável de ficar presa em uma situação. O mesmo pensamento repetido inúmeras vezes. Pegue uma caneta e papel ou sente-se na frente do seu computador e escreva. Coloque tudo para fora. Não se censure. Tire de você toda a pressão, despeje tudo de forma verdadeiramente libertadora.


5. Talvez você não esteja morrendo

Quando estamos passando por um momento difícil, nossa mente tem a tendência de exagerar. Você realmente está em perigo mortal? Sua vida está prestes a acabar ou isso é apenas o sentimento que você está enfrentando agora?

Se você está respirando, seu coração batendo, você tem dois pés no chão, você está essencialmente bem. Sua cabeça pode estar dramatizando uma situação neste exato momento. Muitas vezes, sobre aquilo que nem aconteceu ou que já passou. Esteja com o presente e descanse nele por um tempo.


6. Isso também passa

A frase a seguir é uma que sempre guardo comigo. Vem de um dos meus livros preferidos: As meditações de Marcus Aurelius. Faz-nos  refletir em como parte de estar vivo é aceitar que as mudanças são constantes e que, muitas vezes, são dolorosas. Mas, a forma como reagimos à essas fases pode ser fator determinante para a construção do nosso caráter.

O que aconteceu te impede de atuar com justiça, generosidade, autocontrole, sanidade, prudência, honestidade, humildade, franqueza e todas as outras qualidades que permitem que a boa natureza de uma pessoa se manifestem? Então, lembre-se deste princípio, quando algo ameaçar causar-lhe dor: o acontecimento em si não foi nenhum infortúnio; pois suportá-lo e prevalecer é, na verdade, um grande golpe de sorte. – Marcus Aurelius 

Saiba que, o que quer que você esteja passando agora, isso vai mudar. Pode ser que não melhore amanhã ou depois, mas vai passar. As coisas vão melhorar.

Essas não são apenas palavras. Para mim, são verdades e experiências bem vividas. E, talvez, sua vida nem esteja realmente desmoronando neste momento. Talvez seja apenas uma transição para algo melhor que está por vir. 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: shevtsovy / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.