ColunistasRelacionamentos

Um texto para você que sonha em encontrar a sua alma gêmea…

alma gêmea
Um texto para você 01

Alguns tópicos a serem seguidos por quem quer encontrar sua alma gêmea e ser feliz…

Falemos das relações interpessoais. Todo relacionamento deve ser uma experiência enriquecedora. O tempo não importa para determinar o que sentimos; podemos amar alguém no momento em que se cruza nosso primeiro olhar.

E o amor não espera. Ele não conhece o tempo. O tempo é invenção do homem para ditar regras, impor limites e definir as ações que nos regem. Mas o amor, esse é etéreo e ingênuo, é a energia vital da vida, da nossa existência.

Podemos dizer que o amor verdadeiro, puro e genuíno é a junção de todas as outras emoções positivas, como a admiração, a empatia, a generosidade, o afeto, a fidelidade (no seu significado mais complexo) e a resiliência.

Amar o outro é amar a si mesmo em primeiro lugar

Para estar com alguém, é preciso se aceitar, com todas as suas características e peculiaridades. Aprenda: autoestima elevada é a chave do sucesso de qualquer ser humano. Até no mundo animal. O pavão, quando quer conquistar a fêmea, abre suas penas, num gesto de autoafirmação e exibicionismo.

E quem não gosta de alguém com o astral lá em cima? Para tanto, é obrigatório buscar o mesmo na outra pessoa. É a lei da atração. Se emanamos amor, atraímos romances. Se emanamos felicidade, atraímos sorrisos largos e risadas calorosas.

Então, aqui vão alguns tópicos a serem seguidos por quem quer encontrar sua alma gêmea e ser feliz:

1. Ame a si mesmo, em primeiro lugar.

2. Ame os outros com a mesma intensidade que você se ama.

3. Não ofusque seu amor-próprio, priorizando o amor pelo outro.

4. Faça primeiro, para depois receber.

5. Não use palavras pejorativas.

6. Não eleve o tom de voz.

7. Seja sempre sereno, mesmo quando o seu desejo é explodir.

8. Seja humilde para admitir seus erros, mas seja valente para lutar pelos seus direitos.

9. Não assista a filmes, seriados, noticiários depressivos, de guerra, de terror, sanguinários, etc. De tudo que for de conotação negativa, afaste-se.

10. Corte relações com pessoas tóxicas. Não debata, não enfrente, não discuta. Simplesmente ignore-as. Porque o contrário do amor é a indiferença, não a raiva, esta é a mistura do amor com a decepção. A indiferença é neutra, ela define o fim de qualquer relação, pois não esboça nenhum sentimento. É apática.

11. Não julgue, se não lhe pedirem opinião. Ninguém é o dono da verdade. Aliás, não há uma verdade absoluta, há pontos de vista divergentes, que são moldados de acordo com o ambiente em que estamos inseridos, com a bagagem emocional que carregamos, com o caráter que construímos.

12. Pratique a empatia. Esse é o grande trunfo de todos os seres vivos. Ao nos colocarmos no lugar do próximo, procurando entender seus medos e aflições, somos capazes de compreender suas atitudes reativas. É aí que o perdão acontece. Só somos capazes de perdoar interinamente quando vivenciamos o mundo do outro.

13. Diga sempre a verdade. Seja honesto consigo mesmo e com o outro, exponha o que o incomoda. Admita o seu erro. Uma relação, para dar certo, precisa ser somatória para os dois. E o diálogo é fundamental para ajustar as diferenças. E que seja eterno enquanto dure, enquanto há reciprocidade. E saiba dizer adeus, quando não houver mais sinergia. É vida que segue, é ciclo que se fecha. E está tudo bem. Assim, o respeito, a admiração e o amor, esses, sim, serão eternos.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Roman Samborsk/123RF Imagens.