Uma hora passa, a angústia acaba, a insegurança vai embora e a esperança chega!

4min. de leitura

Leia ouvindo: Meg Myers – The Morning After



A insegurança virou a minha amiga. Batemos papo todas as noites, às vezes ela vem durante o dia. Sempre carregada de uma angústia insana e exagerada. Ela chegou por aqui depois que ele apareceu na minha vida.

Ele é o dono dos meus pensamentos e de dias bons. Ele parece me querer insistentemente e me ignora demoradamente quando quer. Não sei dar nome ao que temos, só sei que é bom ficar com ele. Ele me faz rir, gostamos de coisas parecidas e esses dias ele até apareceu com flores. Ele também some, semana sim e outra também. Depois volta, como se nada tivesse acontecido.

UMA HORA PASSA - FOTO O1


Alguns meses já se passaram desde o primeiro beijo, mas nenhum pedido formal de namoro aconteceu, muito menos o fato dele me levar a sério. Quando falei sobre a possibilidade de uma viagem juntos, ele desconversou. Faz uma semana que ele disse não saber o que quer. Assim, direto, reto e seco. Engoli o choro e me despedi. Chorei no caminho para casa. Obviamente que não adiantou muita coisa.

Chorei naquele dia e em outros. Faz 3 semanas que não nos falamos e só desencontramos. A insegurança dorme de conchinha comigo, a saudade dele só cresce e os dias passam, sem dó.

Eu sei que talvez ele não valha a pena, sei também que preciso me reerguer. Dói lembrar dele e de toda a nossa história. Dói saber que acreditei nas palavras bonitas que ele dizia, nas flores entregues e no sorriso estampado no rosto quando abria a porta de casa. Me enlouquece pensar que ele, a mesma pessoa que dormia aqui hoje, ia para os braços de outra amanhã. Nada justificava tanta ausência.


A sensação de ter sido usada é péssima, mas o pior não é isso, é o desprezo. Como assim você não sabe o que quer? Eu era o que para ele? Nada? É, talvez você era o “nada” dele. O apoio na hora da necessidade, as mãos dadas quando conveniente e o colo quando estava carente.

uma hora passa

Egoísta de merda! Não saber o que quer e envolver uma outra pessoa nisso é injusto demais. Depois que passa a gente aprende! Continuo insegura, sem esperanças de um retorno certo. Ainda choro à noite, ainda penso nele durante o dia, e a ausência dele se faz presente todo santo dia. Por vezes nos apaixonamos por aquilo que não temos. Sou forte demais para me alimentar de farelos e boa demais para ter a insegurança como amiga.

Uma hora passa, a angústia acaba, a insegurança vai embora e a esperança chega. Chega também a oportunidade de ser para alguém a certeza, e não a dúvida.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.