Uma relação saudável é a que te ajuda a se curar, não a que te deixa doente!

4min. de leitura

Cuide de quem está ainda com vida. Corra e se apresse a rebobinar esta fita. Guarde o medo. Sacuda o anseio. De um gole só desce pela garganta o orgulho que o limita.



A mente humana, esse complexo labirinto de neurônios cheio de paranoias, medos e enganos que nos circundam, permeiam e, por fim, paralisam. Os trava-línguas que não soletramos porque nunca dizemos… Afinal, por que travamos, calamos, sepultamos nossos mais sinceros desejos? Por que os engolimos em vez de cuspi-los? Por que trememos de medo diante de algo ou alguém que tanto amamos?

Prazer é troca de energia, por isso devemos ser seletivos e buscar não só satisfazer os desejos da carne. Levamos e deixamos um pouco de nós nos outros. Podemos sair “sujos” ou “limpos”. Procure alguém que vá de acordo com sua essência, crença, alguém que não tenha vícios, alguém leve.

O melhor de uma relação é a troca. Que você saia dela saudável e não doente. Cuidado com quem você leva para sua cama. Há lençóis que são feitos de espinhos, não de seda. Abrace quem faz você sorrir e não o deixe escapar.


Não é porque alguém a magoou que todos a magoarão. Mude o pensamento.

O que a mente imagina acabamos atraindo. Ore a Deus, procure semelhantes a você, pois opostos não se atraem, mas se embatem. Permita-se!

Procure alguém que esteja ao seu lado enquanto batalha por seus sonhos. No final, todas as outras pessoas são passageiras, mas quem pega sua mão ferida de tanto arrancar espinhos e as acaricia merece colher os bons frutos da sua colheita. A felicidade só é real se for compartilhada.

Por que arriscamos a nossa paixão nas mãos da covardia do freio de mão que puxamos quando, em vez disso, o tempo pede que aceleremos? Quase fim de mais um dia e eu aqui pensando em uma escrita.


Deitada na cama, a luz do celular ilumina a vista e a mente gira. E a dúvida palpita. Quantas mensagens não recebidas. Quantas frases que nunca foram ditas. Quantas perguntas que jamais serão respondidas. E o relógio gira. E o tempo grita. Pessoas perdidas no vai e vem da roda que gira. E o tempo grita.

Cuide de quem está ainda com vida. Corra e se apresse a rebobinar esta fita. Guarde o medo. Sacuda o anseio. De um gole só desce pela garganta o orgulho que o limita.

Se a língua não fala o que o coração dita, jamais os encontros se darão nesta vida. Pessoas se perdem em frases não ditas.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Victoria Volkova/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.